Instituições de ciência e tecnologia planejam parque tecnológico

Uma discussão sobre o parque tecnológico do Estado do Acre foi realizada nesta sexta-feira, 8, na Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect), com representantes das instituições de Ciência e Tecnologia do Acre.

A ideia é retomar o projeto do parque tecnológico com um novo modelo. “Primeiro a gente vai criar a estrutura administrativa do parque, e a partir dessa estrutura se expandir, buscar recursos, como é o modelo de outros parques tecnológicos no Brasil”, afirmou Marcos Vinicius Malveira, servidor do Departamento de Projetos da Sect.

Para o professor do Instituto Federal do Acre (Ifac) Diones Assis Salla, essa nova proposta é possível de ser realizada. “Esse núcleo administrativo é o passo adiante ao que fizemos no ano passado”, declarou.

Com o intuito de juntar forças para conduzir o trabalho da melhor forma, participaram da reunião os representantes da

“O parque tecnológico é o cérebro e o coração do Ecossistema de Inovação”, diz Malveira (Foto: Val Fernandes/Secom)
“O parque tecnológico é o cérebro e o coração do Ecossistema de Inovação”, diz Malveira (Foto: Val Fernandes/Secom)

Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ifac e Sect.

Na próxima semana o secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Eron Bezerra, estará visitando o Acre e essa proposta será apresentanda a ele.

Parque Tecnológico  

É uma organização voltada para empreendimentos em atividades do conhecimento, ou seja, atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) para a produção de bens e serviços baseados na ciência. É constituído por uma associação de quatro tipos de instituições: universidades, laboratórios de pesquisa, empresas e prestadoras de serviços correlatos.