Atividade Física

Iapen realiza primeiro aulão de ginástica para servidores penitenciários

A prática de atividades físicas auxilia no desenvolvimento da qualidade de vida e proporciona melhores condições de saúde aos seus adeptos. Desta forma, o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) realizou na última sexta-feira, 27, o primeiro aulão de ginástica para os servidores da instituição. A atividade foi realizada na nova sede do Núcleo de Apoio ao Servidor Penitenciário (Nasp), no prédio do antigo Polo Moveleiro.

Mailson Leal, que é agente penitenciário e educador físico responsável pelas atividades esportivas do Núcleo, explicou que o intuito do órgão é reduzir a carga de estresse que as atividades penitenciárias trazem.

“Vários estudos científicos provam que a atividade física é a principal chave para desencadear uma boa forma de viver. Quem pratica a atividade física estimula o hormônio do bem estar que é a endorfina. Nosso intuito é fazer com que os servidores saiam do sedentarismo e diminuam o alto nível de estresse que o trabalho proporciona”, disse.

O intuito do órgão é reduzir a carga de estresse que as atividades penitenciárias trazem Foto: Elenilson Oliveira

O Nasp funciona como um espaço de apoio aos servidores do Sistema Penitenciário, seja nos cuidados físicos ou psicológicos. A coordenadora do núcleo, Adriana Maia, destacou que o aulão é apenas uma amostra dos diversos serviços disponibilizados.

“Nós temos pilates solo, treinamento funcional, auriculoterapia e natação. Estamos começando aos poucos, mas até o final do ano teremos todas as atividades regularmente. Além disso, temos atendimento com o psiquiatra, médico clínico, nutricionista e psicólogos, que acontecem no Centro Integrado de Atendimento Biopsicossocial (Ciab).

Para o gerente de gestão de pessoas do Iapen, Frank Goldemberg, as ações fazem parte de uma cultura de valorização dos servidores que vem sendo implantada na atual gestão. “É muito bom ver servidores sensíveis à questão dos cuidados com a saúde. Sabemos que nosso trabalho é estressante em todos os níveis, seja para o agente penitenciário ou para o administrativo, Se tivermos qualidade de vida no trabalho, estaremos emocionalmente bem e fisicamente bem”, concluiu.