terapia

Humanização: Into oferece musicoterapia aos pacientes

Como ferramenta de reforço para auxiliar no processo de cura dos pacientes e para acalmá-los durante alguns procedimentos, a equipe multiprofissional do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-Ac) tem levado música para dentro dos leitos.

Internados de baixo e médio risco podem escolher a música de suas preferências Foto: Cedida.

Os internados de baixo e médio risco podem escolher a música de suas preferências, que podem ser executadas ao vivo ou por meio eletrônico. O projeto teve início no dia 31 de março e tem obtido boa aceitação pelos pacientes.

A psicóloga do Into-Ac, Jesciana Costa, afirma que a música alivia as dores dos doentes. “Já existe comprovação científica de que a música é terapêutica e proporciona alívio de dores, sensação de bem-estar e o paciente se sente mais familiarizado com o ambiente”, explica.

O paciente José Dias, 36 anos, conta sua experiência com a terapia. ”Me sinto privilegiado e feliz, pois passei por muita dificuldade. Apesar de estar bem hoje, eu estava muito ruim e isso é uma terapia. As meninas vem cantar, dá um ânimo a mais na gente, no nosso espírito, dá vontade de viver mais e ter mais forças para voltar pra casa, porque muitas vezes as pessoas têm vontade de desistir”, relata.

O projeto foi idealizado pela coordenadora de enfermagem do Into-Ac, Ana Clara Almeida e pela psicóloga do Anexo do Into no Hospital do Idoso, Sara Bastos, que convidaram a estudante do ensino médio, Ana Beatriz Lopes e a servidora pública, Ana Dourado para tocarem músicas aos pacientes.