Homenagens marcam centenário da morte de Plácido de Castro

Governo do Estado realiza solenidade que marca processo de criação do Parque Municipal Plácido de Castro

 

plcido_10.jpg

Familiares de Plácido de Castro recebem homenagem (Foto: Acervo do Patrimônio Digital)

Para homenagear Plácido de Castro, o Governo do Estado do Acre realiza a solenidade de Assinatura do Termo de Cooperação para a Criação do Parque Municipal Plácido de Castro e Outorga de Medalhas Alusivas ao Centenário, no Palácio Rio Branco, nesta segunda-feira, a partir das 17 horas. A programação de atividades acontece até o fim deste mês, no ano do centenário de sua morte (1908-2008).

Serão homenageados com a medalha parentes do líder da Revolução Acreana, herói do Acre e do Brasil; dos revolucionários; o senador Tião Viana; o autonomista Omar Sabino de Paula; a novelista Glória Perez; e o ator Alexandre Borges, interprete de Plácido na minissérie "Amazônia – de Galvez a Chico Mendes", que veio a Rio Branco especialmente para a cerimônia. A medalha foi confeccionada no Pólo Moveleiro de Rio Branco, toda em madeira manite e o estojo em sucupira.

A abertura do Parque Plácido de Castro, área localizada no antigo Seringal Benfica, acontece no próximo dia 30, a partir das 16h30, com a encenação de trecho da Ópera Aquiry, sob a regência do maestro Mário Brasil, reedição do livro Navegação do Rio Acre, de José Plácido de Castro, e a Musealização do Parque Plácido de Castro com esculturas de Christina Motta. 

Homenageados pelo Governo do Estado do Acre, por ocasião do centenário de morte de Plácido de Castro

José Plácido Nogueira, nascido em São Gabriel no Rio Grande do Sul, sobrinho neto de Plácido de Castro 30 Geração. 

Gabriel Parra Castro, nascido em Rio Branco no Acre, sobrinho bisneto de Plácido de Castro 40 Geração. 

Cloves Alves de Souza – Acreano, nascido em Rio Branco no Seringal Gavião em 24 de dezembro de 1933, filho de Aureliano Alves de Souza. Neto do Comandante do Exército Independente de Plácido de Castro Capitão Liberalino Alves de Souza. 

Lídia Deodato – Acreana de Xapuri, nascida no Seringal São Luiz do Remanço, atualmente com 97 anos, é sobrinha do Coronel José Galdino, oficial do exército Revolucionário Acreano, tendo dado uma contribuição fundamental para o sucesso da Revolução Acreana. Seu pai foi o senhor Joaquim Deodato de Aquino um soldado voluntário do exército revolucionário de Plácido de Castro que lutou bravamente ao lado do herói acreano e brasileiro para que o Acre pertencesse ao Brasil, tendo falecido prematuramente em 1920. 

Maria Advíncula Medeiros – Acreana de Xapuri, nascida em 16 de março de 1928 no Seringal Porvir, tendo atualmente 80 anos de idade, foi casada com o Senhor Casimiro Pontes de Medeiros, nordestino natural de município de Riacho de Fora no Rio Grande do Norte. Seu Casimiro nasceu em 04 de março de 1884, tendo migrado para o Acre no início do século XX, ao estourar a Revolução Acreana, por ser alfabetizado, é recrutado por Plácido de Castro para ser um de seus ajudantes de ordem e ajudar a escrever as atas dos revolucionários acreanos. Após a Revolução torna-se policial escrivão e chega ao cargo de prefeito interino de Xapuri. 

Sebastião Afonso Viana Macedo Neves – Senador da República e autor da lei N0 10.440 de 02 de maio de 2002, que inscreve o nome de Plácido de Castro no "Livro dos Heróis da Pátria", que se encontra no Panteão da Liberdade e da Democracia em Brasília – DF. 

Alexandre Borges – ator, intérprete de Plácido de Castro na minissérie  Amazônia de Galvez a Chico Mendes

Glória Perez – acreana, a novelista é autora Amazônia de Galvez a Chico Mendes.

Omar Sabino de Paula – Foi secretário-geral do Comitê Pró-Autonomia do Acre. Depois da elevação do Acre à condição de Estado, em junho de 1962, a quantidade de cargos que Omar Sabino passou a ocupar tornou-se inumerável. Mas, de todos eles, Sabino destaca seu papel como deputado constituinte e legislativo quando produziu duas leis que eram, segundo ele, o supra-sumo do movimento autonomista: a criação do ensino superior no Acre e a regularização fundiária. Advogado e professor aposentado da Ufac.