estação de tratamento

Governo vistoria obra de ampliação do sistema de abastecimento de água de Xapuri

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) e do Serviço de Água e Esgoto do Estado do Acre (Saneacre), inspecionou nesta quinta-feira, 20, em Xapuri, a obra no radier (base) da nova estação de tratamento de água (ETA). Esta é a primeira das três ações a serem realizadas visando ampliar o sistema de abastecimento de água.

“É um sonho que está cada vez mais próximo de se tornar realidade. O Estado executa as fundações para receber mais uma estação de tratamento, que aumentará a capacidade de tratamento da ETA e possibilitará, após a execução do contrato já licitado, a desativação da ETA do aeroporto e o melhor atendimento de todo o município. Esta discussão engloba a futura instalação da estação de tratamento na região da Sibéria”, ressaltou o titular da Seop, Ítalo Lopes.

ETA terá a capacidade de tratar uma vazão de 30 litros de água por segundo (l/s) cuja captação se dará no Rio Acre. A finalidade é assegurar o abastecimento o ano todo, sem comprometimento no regime hídrico. Foto: cedida

Com investimento em torno de R$ 220 mil, o Estado já trabalha intensamente para concluir a etapa de instalação da base para, na sequência, entregar os equipamentos e, por último, implantar os serviços de captação de água bruta, das adutoras de água bruta e água tratada e da estação elevatória de água.

A instalação de equipamentos modernos está orçada em R$ 707 mil, valor a ser injetado a partir de recursos federais da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Foto: cedida

A terceira etapa, que visa a execução dos serviços, está em processo de licitação, no valor de 4,8 milhões. Somadas as três fases o investimento para a obra será no valor de aproximadamente R$ 6 milhões, sendo R$ 1,6 milhão oriundo de recursos próprios e mais de R$ 4,1 milhões provenientes do convênio entre os governos estadual e federal, por intermédio da Funasa.

“A nova ETA aumentará o volume de água tratada. Será moderna, aberta, metálica e abastecerá a cidade de forma mais satisfatória”, frisou o diretor de Operações do Saneacre, Alan Ferraz.