Qualificação industrial

Governo vai levar capacitação empresarial para o setor moveleiro em parceria com o Sistema S e a Fieac

O governo do Acre por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), vai levar capacitação empresarial e técnica para empreendedores do setor moveleiro de Rio Branco, Brasileia, Epitaciolândia, Sena Madureira, Feijó e Cruzeiro do Sul. A ação foi alinhada com representantes do setor, na tarde desta sexta-feira, 1º, em reunião de trabalho realizada na sala de treinamento Rio Purus, na sede do Sebrae-Ac, em Rio Branco.

Oitenta por cento do setor moveleiro de todo o estado do Acre tem certificado ambiental concedido na parceria Seict/Imac. Foto: Jairo Carioca/Seict

O Programa de Capacitação tem o objetivo de proporcionar oportunidades de fortalecimento de seus negócios por meio de cursos que desenvolvem competências em temas prioritários como gestão empresarial, finanças, marketing, logística, custos, legislação e lideranças.

O titular da Seict, Assurbanipal Mesquita, lembrou que um passo importante foi dado na gestão do governador Gladson Cameli na área de documentação e licenciamento ambiental. “Vamos dar sequência com gestão ambiental, promovendo estrutura para proteção do meio ambiente em equilíbrio com as necessidades socioeconômicas. Esse é um passo importante para a criação de um selo de qualidade, agregando valor ao que já é produzido”, disse o titular da Seict, Assurbanipal Mesquita.

Para o relações públicas da Federação de Indústria do Estado do Acre (Fieac), Mozani Mariano Almeida, o plano de manejo é essencial para o desenvolvimento de negócios, principalmente, no setor madeireiro. “Isso gera renda para as populações da Amazônia, permitindo que árvores não sejam derrubadas de forma irregular e ajudando no clima global”, avaliou.

Programa de Capacitação tem o objetivo de proporcionar oportunidades de fortalecimento de seus negócios por meio de cursos estratégicos. Foto: Jairo Carioca/Seict

O empresário Sebastião Silva Ramos, que há 15 anos trabalha como marceneiro no município de Sena Madureira, disse que um plano de negócios ajudará na prospecção de móveis planejados para a região sul e sudeste do Brasil.

“Cresce a procura por móveis certificados e esse treinamento vem em boa hora. Eu mesmo tenho vários contatos em São Paulo em busca de negócios com madeira legalizada. A certificação agrega valor”, disse o empresário.

Uma pesquisa de demanda sobre capacitação profissional será feita junto ao setor com a finalidade de identificar as principais habilidades e conhecimentos que as empresas e instituições acreanas necessitam.