infraestrutura

Governo segue com obras de manutenção nas três principais estradas estaduais

O Governo do Estado do Acre, por meio do Deracre, segue com sua política de manutenção das rodovias estaduais, em parceria com a Emurb, um trabalho que está promovendo maior conforto e segurança aos condutores de veículos.

Sobre essa etapa da operação, o engenheiro Ronan Fonseca Lemos Filho, diretor de Operações do Deracre disse que o órgão está realizando trabalhos de manutenção nas principais estradas estaduais como AC-90, AC-40, AC-10 e AC-475. “No momento está sendo aplicado na AC-90, cerca de 16 toneladas de asfalto ao dia. No caso da AC-90, estamos usando duas frentes de serviço, uma para aplicar o asfalto frio, uma novidade na região, e a outra para aplicar asfalto quente”.

Obras no perímetro de Rio Branco são executadas em parceria com a Emurb Foto: Eudes Goes.

Ainda segundo o diretor, só na Transacreana, já foram tapados buracos até o Km 17, fazendo com que a via asfáltica fique melhor para dar tráfego aos veículos. Na Rodovia AC-475, onde o Deracre atua em parceria com a Prefeitura de Plácido de Castro, o órgão tapou buracos em cerca de 18 km, principalmente na ligação de Plácido de Castro à Acrelândia.

Ronan explicou que a equipe dará continuidade aos trabalhos até tapar o último buraco, o que deverá acontecer em meados de dezembro. O Deracre está realizando os serviços dentro de cronograma pré-estabelecido e discutido com a comunidade.

Governo realiza trabalhos de manutenção nas principais estradas estaduais como AC-90, AC-40, AC-10 e AC-475 Foto: Eudes Góes.

Com relação às parcerias com a Emurb, Fonseca afirma que “estão cada vez mais promissoras”. João Carvalho, encarregado da Emurb, declarou que “até o momento já foram remendados cerca de 27 quilômetros de buracos, desde a rotatória do Café Contri, até a vila do Incra”.

No princípio serão tapados somente os buracos menores para deixar o trânsito fluir e em uma segunda etapa serão fechados os buracos mais profundos, que exigem a retirada do pavimento velho.

O engenheiro Tadeu Castelo, responsável pela fiscalização das obras da Emurb na saída de Rio Branco, sentido Senador Guiomard, afirmou que a empresa já operou em cerca de 14 quilômetros.