Governo reabre fórum para debater sobre tecnologia no Estado.

Acre reabre fórum para debater problemas e soluções de tecnologia do Estado

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), reabriu, com o apoio da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esportes (SEE), na última sexta-feira, 4, o Fórum de Tecnologias da Informação e Comunicação do Acre, com o intuito de debater os problemas e soluções de Tecnologia da Informação (TI) do Estado do Acre.

Este fórum foi uma iniciativa da gestão passada, mas que por determinado período não teve continuidade. O objetivo da Seict em reabrir o Fórum é criar um espaço democrático entre as instituições governamentais e não-governamentais do estado, para discutir e trazer soluções sobre os principais problemas envolvendo tecnologia, além de encontrar inovações no âmbito da tecnologia de informação.

O secretário de Estado da Seict, Anderson Abreu, salientou a importância de trazer de volta um evento tão necessário quanto o fórum como ferramenta para fortalecer o estado.

Secretário de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu. Foto: Jocilane Souza

“Estamos tentando trazer todo mundo para perto, agregando todas as instituições, para poder potencializar a área tecnológica do Estado do Acre.” destacou o secretário.

Foram convidados para o evento todas as secretarias e autarquias do Estado, além das principais faculdades e universidades do Acre. Durante o fórum, houve ainda as palestras dos convidados Carlos Henrique Silva e Jânio Cerqueira, que destacaram alguns exemplos de soluções para proteção de dados pessoais e institucionais, além de uma explicação básica sobre a LGPD, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais de 14 de Agosto de 2018.

Palestrante Carlos Henrique Silva destacando soluções para proteção de dados pessoais e institucionais. Foto: Jocilane Souza

O Chefe do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação da Seict, Adriano Sales, destacou ainda que a secretaria tem trabalhado em várias soluções em TI para o Estado, e durante o evento trouxe alguns exemplos.

“A Seict tem trabalhado em alguns aspectos que são problemas comuns a todos os setores, e trouxemos inicialmente duas soluções que foram construídas para o Estado. Uma delas diz respeito aos repositórios de código e fonte, e a outra solução que já está em produção há muito tempo, é o mecanismo de autenticação baseado em token auth”, explicou o chefe.

A ideia é realizar o fórum trimestralmente, abrindo espaço para todos os representantes dos órgãos exporem suas opiniões e deliberarem sobre tecnologia no Estado.