Governo organiza esquema de segurança para revezamento da Tocha Olímpica

Governador Tião Viana e coronel Kinpara acertaram os detalhes do esquema de segurança das festividades (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Governador Tião Viana e coronel Kinpara acertaram os detalhes do esquema de segurança das festividades (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O governador Tião Viana recebeu na manhã desta quarta-feira, 8, a visita do coronel Kinpara, da Polícia Militar, que apresentou a organização do esquema de segurança do revezamento da chama olímpica em Rio Branco, dia 21 deste mês. Ao todo, 384 agentes de segurança farão parte da atividade.

Serão 24 quilômetros de percurso, abrangendo as regiões mais populosas de Rio Branco, e cerca de 120 pessoas devem revezar a chama a cada 200 metros.

Homens da Força Nacional, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Samu irão compor o sistema de segurança da grande festa da passagem da Tocha Olímpica.

A Força Nacional será a responsável pelo cordão de segurança ao redor dos carregadores da tocha, enquanto a unidade acreana se encarregará de todo o perímetro.

“Já fizemos o planejamento, e daremos toda a estrutura de segurança necessária desde o aeroporto, no almoço da comissão e no trajeto de 24 quilômetros. Teremos nosso pessoal, de todos os órgãos, envolvidos na operação”, conta o coronel Kinpara.

O trajeto de revezamento da tocha começará no Parque Tucumã e terminará na Gameleira, onde haverá uma festa em homenagem aos jogos. São esperadas milhares de pessoas em todos os pontos da passagem, por isso a união de governo e prefeitura pela organização.

A Tocha Olímpica vai percorrer mais de 300 cidades em solo nacional até a cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro, dia 5 de agosto. Vão ser 12 mil condutores nos 95 dias de revezamento.