Governo monitora situação dos rios acreanos

Previsão hidrológica indica que nos próximos quatro dias o nível do rio Acre em Rio Branco deva alcançar a marca de 9,95 metros (Foto: Diego Gurgel/Secom)

O Rio Acre apresentou pelo quarto dia consecutivo, na capital acreana, uma acentuada elevação de seu nível. Na manhã desta terça-feira, 24, o manancial registrou a marca de 9,18 metros.

O início deste primeiro trimestre marca o auge da estação chuvosa no sul da Amazônia, principalmente por influência da Zona de Convergência do Atlântico Sul, que tem sua máxima atividade no início deste período.

As chuvas em Rio Branco nos vinte e quatro dias do mês de janeiro totalizam volume acumulado de 485,8 milímetros, segundo dados da Coordenação Estadual de Defesa Civil do Acre (CEDEC-AC).

Esse volume ultrapassa em 72% a média pluviométrica esperada para o mês de janeiro, que, segundo a coordenação, corresponde a 282,6 milímetros de chuva.

A previsão hidrológica indica ainda que, entre os dias 25 e 28 deste mês, o nível do rio Acre deva alcançar a marca de 9,95 metros, indicando elevação, porém sem aumento significativo.

Para o estado do Acre, são previstas chuvas acima do normal e temperatura dentro da normalidade para o primeiro trimestre de 2017.

Boletim hidroclimático apresenta concentração de chuvas, nas últimas horas, no oeste do estado (Imagem Cedida)

“Um exemplo de situações que estamos acompanhando é o nível do Rio Juruá, que registrou a marca de 12,83 metros nesta terça-feira, 24, e está próximo da cota de transbordamento, que é de 13 metros”, relata a diretora técnica do Instituto de Mudanças Climáticas (IMC), Vera Reis.

A gestora destaca que todas as bacias hidrográficas estão sendo monitoradas, e caso haja alagações, o governo do Acre, por meio de entidades e de setores do meio ambiente, está contribuindo na construção dos planos de contingência.