Governo inicia entrega de material para exames preventivos de câncer

O governo do Estado iniciou nesta segunda-feira, 31, a entrega de 80 mil kits para realização de exames preventivos do câncer do colo do útero (PCCU). Os materiais serão entregues a todos os municípios do estado, para fortalecer o serviço de saúde pública ofertado às mulheres.

A primeira entrega simbólica foi realizada pela governadora do Estado em exercício, Nazareth Araújo, em Rio Branco.

Os kits serão entregues a todos os municípios para atender mulher de 25 a 64 anos (Foto: Val Fernandes/Secom)
Kits serão entregues a todos os municípios para atender mulheres de 25 a 64 anos (Foto: Val Fernandes/Secom)

Com investimento do governo do Estado da ordem de R$ 163 mil, os materiais devem atender mulheres de 25 a 64 anos, em postos de saúde que são de responsabilidade dos municípios.

“Até o fim do ano, nós queremos concluir todos os exames das mulheres em idade fértil. O trabalho será intensificado graças a essa parceria com o governo do Estado”, disse o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida.

O Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) também recebeu os kits para atender mulheres reeducandas (Foto: Val Fernandes/Secom)
Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) também recebeu kits para atender mulheres reeducandas (Foto: Val Fernandes/Secom)

Para ter acesso aos exames preventivos, os municípios orientam que as mulheres procurem o posto de saúde mais próximo de casa, para agendar e realizar todos os procedimentos.

Nazareth Araújo destacou o empenho do governo do Estado para fortalecer a saúde dos municípios.

“Em um momento de crise financeira, essa entrega de kits às prefeituras representa o compromisso do nosso governador Tião Viana com a saúde pública. O governador e toda a nossa equipe busca sempre mais pelo setor de saúde do estado”, destacou a governadora.

Saúde pública em perigo

“Imaginem como será para manter a saúde pública, caso as verbas fiquem congeladas, como estão propondo em Brasília”, alertou a governadora (Foto: Val Fernandes/Secom)
“Imaginem como será para manter a saúde pública caso as verbas fiquem congeladas, como estão propondo em Brasília”, alertou a governadora (Foto: Val Fernandes/Secom)

Nazareth Araújo aproveitou para destacar os perigos de uma proposta de emenda constitucional (PEC), que tramita do Congresso Nacional, para a saúde pública brasileira.

“Hoje, é um desafio fazer uma entrega de kits como esta, neste cenário de crise que enfrentamos. Imaginem como será caso as verbas fiquem congeladas para o SUS [Sistema Único de Saúde] e o SUAS [Sistema Único de Assistência Social], por exemplo”, disse.

A governadora falou, ainda, sobre a importância de a sociedade cobrar de seus parlamentares mudanças na PEC que garantam a saúde pública gratuita aos brasileiros.

“É a união que vai determinar nossa capacidade de luta por um SUS cada vez mais estruturado”, finalizou Nazareth.