pós ocupação

Governo incentiva protagonismo feminino na Cidade do Povo

Referência na região norte como o mais completo projeto habitacional da Amazônia, o bairro Cidade do Povo se destaca, além da infraestrutura completa, pelas oportunidades aos moradores, em especial às mulheres. Por meio da Secretaria de Habitação de Interesse Social (Sehab) com o projeto de pós-ocupação, o governo do Estado desenvolve atividades profissionalizantes, entre outros, preparando os moradores para o mercado de trabalho.

São cursos, oficinas e capacitações profissionais em várias áreas de atuação. As ações são realizadas através de parcerias, e neste ano, ganharam mais força com a inauguração da nova sede do Centro Profissionalizante Campus Pereira, que passou a receber os moradores com infraestrutura completa para oferecer o apoio necessário.

Outras capacitações na área de gastronomia são realizados nas escolas móveis (carretas), adaptadas para esse fim.

A proposta do projeto é atender a demanda dos moradores, para isso equipes da Sehab realizam visitas às famílias a fim de conhecer a necessidade de cada uma. A partir daí, são escolhidos os cursos de maior procura entre os moradores que se encaixam dentro da estrutura do programa.

Quando se mudou para a Cidade do Povo, Alessandra Alves levou na bagagem o sonho de aprender sobre construção civil para construir uma área de lazer em sua residência. Não demorou muito e a oportunidade bateu em sua porta.

“Me disseram que teria o curso de pedreiro e eu fiquei muito animada, porque era um sonho que eu trazia comigo, então eu me inscrevi, participei das aulas e com muito esforço e determinação consegui me tornar uma profissional, hoje meu sonho de muitos anos está realizado. Quando concluí o curso, dei início ao projeto tão sonhado, construir uma área de lazer em meu terreno, devido à dimensão da obra precisei de ajuda de mais pessoas para concluir o projeto. Agora estou finalizando a calçada ao redor. O curso me ajudou muito na realização do meu sonho sou muito grata a todos que me proporcionaram essa oportunidade”, disse Alves.

“Com o curso de pedreiro me senti preparada para realizar a obra” (Foto: cedida/Secom)

Além da área de lazer, Alves construiu o muro de sua residência, o que despertou muita inspiração e admiração dos demais moradores.

“Antes desse projeto, fiz o muro de minha casa e as pessoas que viam ficavam surpresas porque não é comum uma mulher fazer esse tipo de obra. Recebia muitos elogios, palavras de autoestima, foi muito legal isso, acredito que outras mulheres se sentiram capazes e inspiradas”, disse.

Embora o interesse na capacitação fosse apenas para as demandas da casa, a moradora afirma que o resultado lhe rendeu diversas propostas. Hoje sua residência é referência para as pessoas que costumam visitar para conhecer de perto esse trabalho que costumeiramente é feito por homens, dessa vez, realizado por uma brava mulher.

A gestora da Sehab, Janaína Guedes, ressalta o compromisso do estado em proporcionar às famílias de baixa renda as inúmeras oportunidades de melhoria da qualidade de vida.

“Nós ficamos honrados de ver a adesão das pessoas a esse projeto e poder acompanhar esses resultados é motivo de satisfação. As capacitações, os cursos reafirmam o compromisso do governo com essas famílias promovendo qualidade de vida e sem dúvida nenhuma a elevação da autoestima. Os cursos continuam acontecendo e queremos realizar uma grande festa de encerramento no final deste ano contabilizando mais de 700 pessoas beneficiadas” destacou.

Cursos de pedreiro, encanador, mecânica de motos, conserto de bicicletas, pintor, pizzaiolo, pães e massas, bolos e tortas, estética, dentre outros foram oferecidos na Cidade do Povo. Com carga horária de em média 40 horas/aula os alunos aprendem na prática sobre os conceitos repassados em sala de aula.

Até o final de dezembro deste ano a meta é atingir a marca de mais de mil capacitações realizada com essa comunidade.