fortalecimento

Governo incentiva produtores de milho da Vila Caquetá, em Porto Acre

Acreditando que o agronegócio e a produção são caminhos para o desenvolvimento econômico do Acre, pequenos e grandes produtores começam a investir mais no setor, com a ajuda do governo do Estado, por meio da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa).

Na manhã desta quinta-feira, 20, o secretário da pasta, Nenê Junqueira, esteve visitando produtores de milho da Vila Caquetá, localizada em Porto Acre.

Secretário Nenê Junqueira durante visita técnica aos produtores. Foto: José Caminha/Secom

São cerca de 30 produtores assistidos pela Sepa, com assistência técnica e empréstimo de máquinas agrícolas para preparo da terra e colheita no Caquetá, Nova Esperança e na extensão da BR-317.

O principal objetivo do Estado é fortalecer os pequenos produtores com assistência à mecanização, plantio e colheita. Houve também a desburocratização da legislação ambiental, dando mais agilidade ao licenciamento, para que áreas maiores possam ser plantadas, gerando mais renda para o produtor.

“O governo Gladson Cameli tem um compromisso com o produtor e vem passando confiança para ele. Em 2022, temos novas máquinas chegando para a Sepa, o que vai ajudar ainda mais os produtores. Em 2021 atendemos dois mil pequenos produtores e a meta desse ano é chegar aos cinco mil”, reforça o secretário.

O pequeno produtor Francisco Batista Lúcio está satisfeito com o incentivo do governo estadual. Foto: José Caminha/Secom.

O produtor de milho, Francisco Batista Lúcio, reforça que o incentivo vem sendo importante para melhorar e aumentar a produção: “Eu saltei de 15 hectares para 20. Estamos gratos por esse incentivo do governo para que possamos aumentar a nossa produção”.

Anderson Neres dos Santos tem uma plantação de 8 hectares de milho. “Esse maquinário ajuda na colheita, facilita o trabalho e diminui os custos para o produtor. A presença do Estado nos ajuda a produzir mais e melhor. Nosso objetivo é crescer e aumentar a nossa produção com esse importante apoio”, afirmou.

O Grupo Bela Aliança está colocando mais um silo da iniciativa privada em funcionamento. Foto: José Caminha/Secom

O Grupo Bela Aliança, que já atua na agropecuária, começa a investir também na produção e no agronegócio, com a implantação de um silo graneleiro na Vila Caquetá e com a plantação de 300 hectares de milho. Já são 28 pessoas empregadas nesse novo empreendimento.

“Nosso objetivo é aumentar de 300 para mil hectares e dar início à plantação de soja. Também iremos trabalhar com ração. No final de fevereiro já teremos milho”, explica o gerente do Grupo, Francisco Carlos Nascimento.