agronegócio

Governo fortalece a agricultura familiar nos municípios com o projeto Mecanizar Mais

Mudando a perspectiva de vida do agricultor familiar, o projeto Mecanizar + fortalece a produção das cadeias produtivas do Acre, com a oferta de equipamentos e máquinas para os produtores do estado. Nesta sexta-feira, 14, a equipe da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa), acompanhou o trabalho laboral de produtores rurais nos municípios de Acrelândia e Plácido de Castro.

Produtores de Acrelândia com o titular da pasta, Edivan Azevedo e Manoel Cumaru, técnico da Sepa. Foto: Pedro Negreiros/Sepa

Edson Silva, agricultor há mais de 20 anos, no Ramal Novo Horizonte, km5 de Plácido de Castro, destacou: “Sustento minha família com a venda de hortaliças no mercado Elias Mansour. A Sepa tá incentivando mais a agricultura familiar e me dando apoio com o transporte, adubo e máquinas”.

Edson Silva, produtor de hortaliças de Plácido de Castro. Foto: Pedro Negreiros/Sepa

Com os olhos brilhando, o agricultor agradeceu o governo do Acre, que tem melhorado a vida do produtor rural. Atualmente, Edson está começando a criação de gado de corte.

Colheita de couve. Foto: Pedro Negreiros/Sepa

O Projeto Mecanizar + tem a pretensão de beneficiar cerca de 2 a 3 mil produtores no Acre. Esse compromisso com a agricultura familiar é fortalecido com as visitas ao campo, e mostra o cuidado do governo e da secretaria de Produção e Agronegócio com o setor que se desenvolve no Acre.

Açude do Ramal Campo Novo, Acrelândia. Foto: Pedro Negreiros/Sepa

Além da trajetória de trabalho do produtor de hortaliças, o agricultor familiar Cícero Lima, de Acrelândia, do Ramal Campo Novo, km14, também tem recebido o apoio da Sepa.

Há mais de 12 anos, o trabalhador tem uma área de 25 hectares e atua no cultivo de banana, batata e criação de bovinos. Em 2022, o produtor está com uma tarefa inovadora; iniciar a produção de café.

“Tá dando tudo certo. Com a ajuda do governo e do presidente da associação dos produtores do Campo Novo, Gerci de Souza, a gente tá recebendo o apoio da Sepa, com a máquina para poder fazer nosso tanque de água para irrigar o café”, conta Cícero Lima.

Principais ações são a destoca, mecanização e açudagem nas áreas rurais. Foto: Pedro Negreiros/Sepa

O presidente da Associação de Produtores do ramal Campo Novo, Gerci de Souza, relatou que em Acrelândia há uma dificuldade nas cadeias produtivas por causa da carência de água. Mas, com a ação da Sepa, na disponibilização dos tratores, grades niveladoras e outros equipamentos, haverá mais recursos para suprir as necessidades de 80 famílias do ramal.

As principais ações são a destoca, mecanização e açudagem, que respectivamente oferece a função de eliminar tocos das árvores do solo, a fim de melhorar o cultivo de sementes. Já os sistemas de mecanização ajudam a reduzir o trabalho físico dos produtores, além de potencializar e otimizar as cadeias produtivas, e por último a açudagem é essencial para o abastecimento de água, de forma que os reservatórios auxiliam na manutenção da quantidade e qualidade da produção.

Resultados eficientes

“Com o Projeto Mecanizar +, a Sepa tem apresentado resultados eficientes juntamente com o trabalhador rural, que por meio da destoca, mecanização e açudagem têm aumentado a produção das cadeias de cultivo no Acre”, destacou o titular da pasta, Edivan Azevedo.

Secretário Edivan Azevedo acompanhando as ações do Projeto Mecanizar + no município de Acrelândia. Foto: Pedro Negreiros/Sepa.

O secretário de Produção e Agronegócio ainda ressaltou a importância dos recursos próprios ofertados pelo governo do Estado para efetivação do Projeto Mecanizar + no Acre.