Acre empreededor

Governo fomenta o setor da economia solidária no estado

Proporcionar renda e oportunizar a concretização de sonhos fazem parte dos compromissos da gestão do governador Tião Viana. Prova disso é a consolidação do Programa de Apoio à Criação e Fomento em Economia Popular e Solidária, por meio da Secretaria de Pequenos Negócios (SEPN).

Nesta semana, o programa ganhou um novo reforço com a liberação de recursos junto ao Ministério do Trabalho. O investimento, fruto de convênio entre o governo e a instituição, irá proporcionar a concretização dos projetos que envolvem pequenos empreendedores das zonas urbana e rural do estado. Entre eles, a aquisição de equipamentos, capacitação dos empreendedores e a consolidação da Casa d’Arte.

De acordo com o gestor da SEPN, Oscar Sérgio, o valor vem contribuir com a consolidação dos projetos que beneficiam diversas famílias no estado.

“O setor do pequeno negócio tem movimentado a economia local. A partir dos investimentos e incentivos do governo do Estado, por meio de parcerias, temos obtido bons resultados. Isso prova que o programa tem dado certo. Com esse apoio, muitas pessoas se tornaram empreendedoras. Queremos ampliar essas oportunidades para as demais regiões do estado, para isso, temos alguns projetos em andamento”, disse Oscar Sérgio.

Continuidade do programa

O programa de apoio aos pequenos negócios é desenvolvido desde 2011 no Acre. O projeto já beneficiou cerca de 30 mil famílias em todo o estado, com a oportunidade de capacitação profissional, aquisição de equipamentos, núcleo de produção e oportunidades de participação em feiras regionais e nacionais, entre outros.

No decorrer deste ano, a SEPN prevê a prospecção de novos desafios para os pequenos empreendedores do setor de artesanato, incluindo a continuidade na participação de feiras locais e nacionais, além da Casa D’Arte, um espaço para os artesãos comercializarem seus produtos. A loja será inaugurada nos próximos dias, em Rio Branco.