Mobilidade Urbana

Governo firma convênio com RBTrans para melhorar fluidez no trânsito

Convênio vai garantir maior mobilidade, fluidez e segurança no trânsito (Foto: Weslley Chrystian)

O governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC), firmou convênio com a prefeitura de Rio Branco nesta quarta-feira, 10, com o intuito de dar continuidade ao Programa de Readequação da Malha Viária de Rio Branco (REVI).

O convênio, no valor de R$ 640 mil, prevê o repasse de 60% do valor total à Superintendência Municipal de Transportes, que será a responsável pela execução de intervenções rodoviárias e pela substituição ou instalação de mais de mil placas de sinalização em toda a cidade.

De acordo com o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, o crescimento acelerado da frota da capital, unido à falta de planejamento, no passado, da malha viária, acabou prejudicando a mobilidade nas principais vias da capital. “Em pouco mais de 10 anos a frota de veículos triplicou. Para suprir a necessidade de maior fluidez no trânsito, realizamos essa parceria institucional, que vai oportunizar intervenções necessárias”, enfatizou o prefeito.

A meta final é garantir maior mobilidade, fluidez e segurança no trânsito, contribuindo ainda para a redução do nível de estresse da população e de acidentes registrados nas regiões que sofrerão intervenções.

“Mesmo o trânsito de Rio Branco sendo municipalizado, o Detran não se omite em dar o suporte necessário, uma demonstração de que é possível os demais municípios aderirem à municipalização do trânsito, como previsto em legislação, sem perderem o apoio do estado”, enfatizou o diretor-geral do Detran, Pedro Longo.

Intervenções a serem realizadas

Entre as modificações previstas, estão a formação de sistema binário, que consiste em transformar vias paralelas de mão dupla em ruas com único sentido, em locais suscetíveis a congestionamentos, além da construção de uma ligação entre a Travessa Ponta Porã, via do Instituto Dom Moacyr, e o Parque da Maternidade.

“Vamos revitalizar e implantar sinalização, como, por exemplo, placas, faixas de pedestres e intervenções em alguns retornos e rotatórias, em pelo menos 20 pontos da capital”, explicou o diretor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans).

Gabriel Forneck: “A ideia é proporcionar deslocamentos com mais segurança e menor nível de estresse da população”

Atualmente a frota de Rio Branco é superior a 160 mil veículos, e a cada mês uma média de 120 novos primeiros emplacamentos são realizados pelo Detran, o que implica diretamente dificuldade da mobilidade urbana.