Oportunidade

Governo entrega panificadora comunitária no bairro Sobral

Como forma de gerar trabalho e renda aos egressos do sistema prisional e familiares, além de fortalecer a economia local, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Pequenos Negócios (SEPN), realizou nesta terça-feira, 28, a entrega de uma panificadora comunitária no bairro Sobral.

Esse é o terceiro empreendimento de um projeto de inclusão social que já entregou outras duas padarias comunitárias na capital, como resultado de convênio firmado entre os governo estadual e federal, por meio da SEPN e da Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho.

No bairro Sobral, a panificadora já está funcionando nas dependências do Mercado Municipal Luiz Galvez. Com 20 postos de trabalho diretos, deve beneficiar pelo menos 30 mil famílias da região.

“Chegamos à marca de três padarias comunitárias, sendo uma no bairro Irineu Serra e outra na comunidade Ebenézer, visando a inclusão social e a formação dessas pessoas que querem recomeçar a vida mas encontram dificuldades no mercado de trabalho”, destacou o gestor da SEPN, Henry Nogueira.

De acordo com Nogueira, a construção e a aquisição de equipamentos da panificadora comunitária são resultado de um investimento superior a R$ 1 milhão aplicado pelo governo do Estado. “Este empreendimento funcionará como laboratório, com cursos de panificação destinados a toda a comunidade, em especial da região.”

Essa é a terceira panificadora comunitária entregue pela gestão do Governador Tião Viana em Rio Branco (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

A panificadora comunitária passa a ser coordenada pela cooperativa Cooperpão, que dispõe da mão de obra e ficará responsável pelas capacitações, como explica o administrador Oziel Conde. “Esse é um gesto de preocupação com aqueles que, porventura, estiveram em conflito com a lei e agora querem retornar ao seio da sociedade, com uma vida digna e de trabalho. Essa parceria com o governo é de grande importância, pois essas pessoas passam a ter uma oportunidade com o olhar atento do governo, proporcionando-lhes um recomeço.”

Pequenos Negócios, oportunidade de vida!

O governo já alcançou mais de 25 mil famílias com o Programa de Fomento aos Pequenos Negócios. Desde 2011, já foram destinados mais de R$ 33 milhões para o apoio e o incentivo aos pequenos empreendedores. As três padarias fazem parte de um convênio do Estado com o governo federal, ainda na gestão da presidente Dilma Rousseff, num investimento de R$ 1,2 milhão.

A ação é parte da meta da instituição de assegurar oportunidade à população de baixa renda assistida por programas sociais, promovendo também inclusão para aqueles que em algum momento estiveram em conflito com a lei, bem como para os seus familiares.

Como meio de ressocialização, a entrega da panificadora beneficia ex-dependentes químicos e egressos do sistema prisional que já receberam cursos profissionalizantes e outros que ainda passarão por capacitação nos próximos meses.