Governo e prefeitura de Rio Branco lançam ação de limpeza na capital

São 56 equipamentos e 144 trabalhadores diretamente envolvidos com as ações na capital (Foto: Marcus Vicentti/Ascom Prefeitura de Rio Branco)
São 56 equipamentos e 144 trabalhadores diretamente envolvidos com as ações na capital (Foto: Marcos Vicentti/Ascom Prefeitura de Rio Branco)

O governador Tião Viana e o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, lançaram nesta segunda-feira, 17, no estacionamento do Estádio Arena da Floresta, a operação de limpeza dos bairros afetados pela cheia do Rio Acre na capital. A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), e as áreas prioritárias foram definidas no sábado, 15, em reunião do prefeito com os presidentes das associações de moradores dos 18 bairros mais prejudicados pela alagação.

O governador destacou que a limpeza irá reduzir sobremaneira a incidência de doenças típicas das enchentes, como a leptospirose, que é transmitida pela urina do rato e vem fazendo dezenas de vítimas no Acre. A contração da hepatite A também tem relação com a água contaminada, e uma boa ação de limpeza e desinfecção das vias públicas e dos quintais ajuda em sua prevenção.

Além da questão sanitária, Tião Viana ressaltou a política habitacional para remover, de modo definitivo e seguro, as famílias que vivem em áreas de risco. “Fazemos política para solução definitiva, não para um curativo superficial”, disse. O governo do Acre empreende atualmente o projeto Cidade do Povo, o maior conjunto habitacional implantado no Estado, para abrigar ex-moradores de áreas de risco. Estão sendo construídas mais de 10,5 mil casas, e o projeto foi bastante elogiado pela presidente Dilma Rousseff no último sábado, quando esteve em Rio Branco.

A Semsur está atuando com oito equipes, sendo que cada uma está composta de uma pá-carregadeira, uma retroescavadeira, três caçambas, um caminhão “carga-seca”, um caminhão-pipa, sete operadores e motoristas, dez garis e oito encarregados. São 56 equipamentos, com um total de 144 trabalhadores diretamente envolvidos com as ações. O prazo para execução do trabalho é de uma semana.

Galeria de Imagens