Inclusão digital

Governo e prefeitura certificam a 12ª turma do Telecentro Digital

O governo do Estado, junto à prefeitura de Rio Branco, certificou nesta quinta-feira, 25, a 12ª turma do Curso de Operador de Computador e Educação Ambiental, realizado no Telecentro do Horto Florestal. Cerca de trinta alunos participaram da formação.

A oferta de cursos de forma gratuita à comunidade faz parte do projeto de inclusão digital e social do governo do Estado, por meio da capacitação profissional. De 2015 a 2018, a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect) realizou mais de 100 capacitações no Telecentro do Horto Florestal. Somando todos os atendimentos nas dez unidades existentes na capital, em quatro anos já são mais de 18 mil pessoas capacitadas.

Em quatro anos, o Estado capacitou mais de 18 mil pessoas por meio dos Telecentros (Foto: Júnior Aguiar)

O curso é uma forma de oportunizar o conhecimento, valores e experiências que estimulem mudanças de atitudes visando à harmonia entre o meio ambiente e a sociedade. Orientações de como apreender e manipular o sistema operacional Modo Gráfico, utilizando ferramentas de gerenciamento de arquivos, formas de desenvolver o conhecimento estruturado do sistema, Word, Excel, Power Point, além de procedimentos de conexão e utilização de informações contidas na internet através do Software de navegação foram repassadas durante a capacitação.

“As capacitações acontecem em locais estratégicos para tornar o serviço mais acessível à comunidade, atendendo às maiores demandas identificadas em cada regional. Aqui já estamos com doze turmas formadas graças a essa parceria com a prefeitura que é hoje uma das maiores parceiras, atendendo a demanda da comunidade desse entorno. A oferta desses cursos é a reafirmação do compromisso do governo do estado em preparar os jovens para o mercado de trabalho”, destacou a gestora da Sect, Renata Souza.

O diferencial dos cursos é a inserção do componente de Educação Ambiental no currículo dos alunos, trabalhando a política de conscientização sobre a importância da proteção e conservação do Meio Ambiente, incluindo orientações gerais sobre questões ambientais e visitas orientadas nos parques municipais (Horto Florestal e Parque Chico Mendes) e na Unidade de Tratamento de Resíduos Sólidos (Utre).

De acordo com a secretária municipal de Meio Ambiente Paola Daniel a inserção dessa disciplina colabora para a formação de uma consciência crítica e participativa dos discentes frente às questões ambientais.

“Esse é um curso que nós realizamos em parceria com a SECT e observamos a grande procura e assiduidade dos alunos, a ideia é além do curso básico de informática incluirmos a educação ambiental proporcionando visitação aos parques para tornar conhecidas as boas práticas de preservação do meio ambiente. Nosso objetivo, além da capacitação com os cursos, é fazer com que essas pessoas desenvolvam uma consciência ambiental”, enfatizou a secretária municipal de Meio Ambiente, Paola Daniel.

Benedita Nascimento recebeu homenagem pelo desempenho durante o curso (Foto: Júnior Aguiar/Secom)

A servidora pública Benedita do Nascimento é prova de que nunca é tarde para buscar o conhecimento. Ela foi uma das homenageadas pelo desempenho durante a capacitação. “No meu setor de trabalho a maioria das atividades envolve tecnologia e eu precisava me aperfeiçoar para prestar um melhor serviço a cada dia, sei que nunca é tarde para aprender e estou satisfeita com essa oportunidade”, apesar de meus colegas de curso serem em grande maioria jovens isso não me desanimou, pelo contrário ajudou na minha autoestima”, disse.

Sobre os Telecentros

Os Telecentros são espaços públicos, climatizados e providos de computadores conectados à internet para que o cidadão possa realizar pesquisas, obter algum entretenimento ou melhorar seus conhecimentos. Esses espaços fazem parte do programa Floresta Digital que, além de disponibilizar internet de banda larga nas residências de cada cidadão, promove a inclusão digital e social das comunidades, disponibilizando nos Telecentros acesso gratuito à internet e capacitações com o uso das tecnologias da informação e comunicação em oficinas, curso profissionalizantes e educação a distância.

Reconhecimento nacional

O desenvolvimento de políticas públicas de inclusão digital rendeu alguns prêmios nacionais, dentre os quais em 2014 o Telecentro do Parque foi premiado como o Telecentro Destaque pela  Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN), com o projeto E-Lixo. No ano seguinte recebeu a premiação como o Telecentro Capacitação Pedagógica pela Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN), com o projeto Telecentro na Escola.