Governo e movimento sindical fortalecem os laços

O movimento sindical e o governador Tião Viana se reuniram na manhã deste sábado, 4, para discutir as políticas públicas que estão sendo desenvolvidas no estado. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) terá um assessor do governo como interlocutor entre o Estado e as forças sociais, além de uma reunião mensal com o governador.

O movimento sindical e o governador Tião Viana se reuniram na manhã deste sábado para discutir as políticas públicas que estão sendo desenvolvidas no estado (Sérgio Vale/Secom)

O movimento sindical e o governador Tião Viana se reuniram na manhã deste sábado para discutir as políticas públicas que estão sendo desenvolvidas no estado (Sérgio Vale/Secom)

“Temos muitos programas em andamento, que no papel são uma coisa e na hora da execução podem apresentar questões específicas, que precisam ser discutidas. Além disso temos sugestões que precisam ser debatidas com o governo, numa aproximação saudável entre o Estado e o movimento sindical e social”, disse a presidente da CUT, Rosana Nascimento. 
A CUT colocou como principais eixos a serem acompanhados a produção familiar, educação, saúde e juventude. A central de trabalhadores busca maior integração entre o movimento social e a execução das políticas públicas como o programa de piscicultura, melhoramento e pavimentação dos ramais, criação de ovelhas.

“Estas políticas são dos governos federal, estadual e municipal. Queremos ter maior participação na discussão e execução desses programas. A reunião foi um avanço muito bom para o movimento sindical e também para o governo. Vamos ajudar na execução desses projetos, sugerindo, fiscalizando”, comentou a presidente da CUT.