Governo e Dnit intensificam trabalho nas avenidas Marinho Monte e Rui Lino

Obras estão sendo realizadas nas duas avenidas de Brasileia (Foto: Pedro Devani/Arquivo Secom)
Obras estão sendo realizadas nas duas avenidas de Brasileia (Foto: Pedro Devani/Arquivo Secom)

O diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), Cristovam Moura, visitou no início desta semana as obras de recuperação das avenidas Marinho Monte e Rui Lino, em Brasileia.

A visita para verificar o andamento das obras se dá após novo pedido dos comerciantes que representam o movimento S.O.S. Marinho Monte.

Eles estiveram em Rio Branco na semana passada, solicitando mais uma vez ao governador Tião Viana apoio na conclusão das obras de recuperação das vias, após novos impasses entre governo e prefeitura pela obra.

Sendo uma das principais vias da cidade, a Marinho Monte é uma parte da BR-317 dentro do município, além de corredor para a cidade de Assis Brasil e o Peru, reunindo os principais comerciantes locais.

“As obras estão em ritmo acelerado. Graças à parceria entre o governo do Estado e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte [Dnit], estamos conseguindo realizar  um trabalho de qualidade nas duas vias”, frisou Moura.

Reivindicação antiga

(Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Governador foi a Brasileia para anunciar início das obras (Foto: Gleilson Miranda/Arquivo Secom)

O estado da Avenida Marinho Monte até pouco tempo era de total degradação. Ouvindo o clamor da população de Brasileia, por intermédio do movimento S.O.S. Marinho Monte em fevereiro, com o apoio da deputada estadual Leila Galvão, o governador Tião Viana se responsabilizou, junto com o Dnit, por sua total reconstrução.

Tião Viana, que já havia tentando assumir a recuperação da avenida oito vezes junto à prefeitura – todas negadas -, decidiu que a situação deveria ser resolvida de uma vez por todas, e assumiu esse papel.

O sonho da população de Brasileia, então, começou a se tornar realidade quando as obras de recuperação da Marinho Monte se iniciaram.

Na ocasião, o governador Tião Viana comentou: “O governo do Estado tentou por oito vezes,  junto à prefeitura, assumir a recuperação da avenida, mas todas elas foram negadas. Decidimos que a situação deveria ser resolvida de uma vez por todas, e assumimos esse papel”, afirmou.

Impasses com a prefeitura

Dnit e governo do Estado continuam unidos pela recuperação das avenidas em Brasileia (Foto: Cedida)
Dnit e governo do Estado continuam unidos pela recuperação das avenidas em Brasileia (Foto: Cedida)

Devido aos obstáculos constantemente impostos pela prefeitura, os empresários buscaram reforço para garantir que a obra avance e cumpra seu objetivo único: beneficiar o município e a população.

No começo de março, o governador Tião Viana havia recebido a visita do prefeito de Brasileia, Everaldo Gomes, que buscou um acordo preliminar pela recuperação da avenida.

Havia sido decidido que governo e Dnit recuperariam a Marinho Monte, enquanto Tião Viana auxiliaria o prefeito a recuperar os valores das emendas parlamentares que ele havia alocado para isso junto ao Tesouro Nacional, para assim poder aplicar os recursos em benefício de Brasileia em outros projetos. Ainda assim, o acordo não foi honrado pela prefeitura, que não procurou mais o governo.

“Infelizmente, não chegamos a um consenso, e hoje a prefeitura avança num processo licitatório que neste momento é totalmente inviável. O tipo de licitação escolhido sequer alberga as obras necessárias para se fazer naquele trecho, e nos causa muita preocupação o resultado de tudo isso”, pontua o diretor do Deracre.