Pelo menos 1.700 pessoas devem ser contempladas com o financiamento em todo Estado

Desde a última terça-feira, 22, pequenos empreendedores incluídos no programa estadual de Economia Solidária já contam com uma linha de crédito especial para fomentar seu negócio (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Desde a última terça-feira, 22, pequenos empreendedores incluídos no programa estadual de Economia Solidária já contam com uma linha de crédito especial para fomentar seu negócio (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Desde a última terça-feira, 22, pequenos empreendedores incluídos no programa estadual de Economia Solidária já contam com uma linha de crédito especial para fomentar seu negócio (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Desde a última terça-feira, 22, pequenos empreendedores incluídos no programa estadual de Economia Solidária já contam com uma linha de crédito especial para fomentar seu negócio. O Governo do Estado, através da Secretaria de Pequenos Negócios, articulou junto à Caixa Econômica Federal a criação do Crédito Solidário no valor de até R$ 15 mil.

Durante o ato de lançamento do programa, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Aurélio Cruz, garantiu que o juro de 0.63% ao mês  é o menor praticado pelo mercado bancário. A secretaria adjunta de Pequenos Negócios, Silvia Monteiro, explicou que a linha de crédito potencializa o incentivo do governo no setor da Economia Solidária.

Pelo menos 1.700 pessoas devem ser contempladas com o financiamento em todo estado, nos mais diferentes setores da Economia Solidária. Essa é a segunda linha de crédito que o atual governo consegue para os pequenos empreendedores do Acre. Em setembro desse ano os camelôs, feirantes e ambulantes receberem do Banco do Brasil um cartão de crédito com limite de até R$ 5 mil.