Governo do Estado viabiliza mutirão de cirurgias urológicas

DSC_8752
Mutirão será realizado mensalmente até zerar a demanda (Foto: Júnior Aguiar/Sesacre)

Com o objetivo de agilizar os atendimentos e reduzir o tempo de espera dos pacientes que necessitam de cirurgias urológicas, o governo do Acre contratou dois urologistas para atender especificamente essa demanda.

O Hospital das Clínicas (HC) de Rio Branco realiza desde a última segunda-feira, 16, o mutirão de cirurgias, no centro cirúrgico da unidade, que será feito mensalmente até zerar a fila de espera.

Nesta primeira etapa está sendo feita uma triagem para verificar a necessidade de cirurgia. Em apenas dois dias, já foram feitas 45 avaliações. A previsão é de que 200 pacientes tenham feito os exames até sexta-feira, 20, dia de encerramento do primeiro mutirão.

De acordo com o diretor-administrativo do Hospital do Câncer de Rio Branco, Fernando de Abreu, é o primeiro mutirão do ano, e a expectativa é de que o trabalho continue.

“Nossa expectativa é de que os médicos continuem vindo realizar esse trabalho, mesmo após encerrar essa etapa. Assim, não teremos fila de espera por esses procedimentos. O governo do Acre tem trabalhado incansavelmente para continuar avançando na oferta dos serviços públicos de saúde”, destacou o diretor.

Antonio José de Andrade fará a cirurgia de próstata nesta quarta-feira-feira (Foto: Junior Aguiar/Sesacre)
Antonio José de Andrade fará a cirurgia de próstata nesta quarta-feira-feira (Foto: Junior Aguiar/Sesacre)

O urologista Rafael Tibyriça informou que 40% dos pacientes são mulheres e que, primeiramente, serão realizadas as cirurgias de urgência – as demais serão agendadas para o próximo mês. “O número de cirurgias para o próximo mutirão será bem maior, pois todos já terão feito a avaliação”, ressalta o médico.

O aposentado Antônio José de Andrade, 61 anos, fará a cirurgia de próstata nesta quarta-feira, 18. Ele conta que há um ano e meio descobriu a doença e desde então faz o acompanhamento no hospital. “Estou tranquilo para a cirurgia e espero que tudo ocorra tudo bem”, enfatiza o aposentado.