Governo do Estado e Banco Mundial começam reuniões para novos investimentos em 2020

Missão da agência de crédito é financiar novos projetos do Governo do Estado, injetando recursos para obras na área social e de infraestrutura, principalmente nos municípios mais distantes

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli se reuniu com uma missão do Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento, o Bird, também conhecido por Banco Mundial, nesta segunda-feira, 21. Na pauta principal a possibilidade do Acre receber novos investimentos, sobretudo nas áreas de desenvolvimento social e em infraestrutura nos municípios isolados do estado.

 

Missão do Bird com secretários e o governador Gladson Cameli, em reunião de alinhamento para novos investimentos Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Precisamos elevar o nível de execuções dos projetos e o Banco está aberto para ajudar o estado. Estaremos aqui por uma semana para discutir todos os trâmites, desde a parte técnica ao financeiro, porque queremos trabalhar com o Governo do Acre com a honestidade e a transparência de sempre”, ressaltou Thomaz Rosada, gerente de Operações do Banco Mundial em Washington, Estados Unidos.

Governador Gladson Cameli recebeu missão do Banco Mundial, nesta segunda-feira, 21, na Casa Civil Foto: Marcos Vicentti/Secom

O governador Gladson Cameli entende que é muito importante o aporte de novos recursos do Bird para novos investimentos, e disse que o momento continua sendo o de sanar as contas públicas, honrando os débitos deixados pela gestão anterior que por muito pouco não causaram estado de calamidade financeira no estado.

“Temos a consciência de que precisamos realmente dessa parceria Banco Mundial/Governo do Estado e estamos colocando as contas em dia, para que possamos ter o respaldo de manter esse diálogo aberto, de acordo com os interesses da ambas as partes”, afirmou Gladson Cameli.

O Acre é signatário de pelo menos quatro grandes operações de crédito com o Bird. Segundo a Secretaria de Planejamento, elas são as “mais saudáveis”, por assim dizer, dentro da herança deixada pelo governo passado, do ponto de vista da adimplência do estado.

Governador Gladson Cameli cumprimenta gerente do Banco Mundial em Washington, Thomaz Rosada, que está no Acre liderando a missão do banco para novos oferecer novos investimentos Foto: Marcos Vicentti/Secom

A ideia é que a agência de impulsionamento de crédito possa liberar recursos para projetos que serão executados já a partir dos primeiros meses de 2020.

Além do governador e dos integrantes da missão do Banco Mundial, também participaram desse primeiro encontro, secretários e representantes de todas as pastas governamentais que possam ser, eventualmente, beneficiados com novos investimentos. Entre eles, a Secretaria de Estado de Obras e Infraestrutura, Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte, Saúde e Segurança.