Workshop

Governo do Acre debate inovação tecnológica com empresários juniores da Ufac

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), debateu durante a tarde de quarta-feira, 16, no SebraeLab, na Universidade Federal do Acre (Ufac), em Rio Branco, a política de inovação tecnológica como estratégia de geração de emprego e renda.

Cursos de graduação enviaram acadêmicos que apresentaram projetos de Empresas Júrior ao encontro. Foto: Nilmara Almeida/Seict

O workshop que termina nesta quinta-feira, 17, capacita os estudantes para o mercado de trabalho e destaca a importância que a Empresa Júnior tem para a formação acadêmico-profissional. Cursos de engenharia elétrica e engenharia civil, curso de letras do Campus de Cruzeiro do Sul e engenharia florestal apresentaram projetos desenvolvidos por acadêmicos.

Para o titular da Seict, Assurbanipal Mesquita – que foi palestrante – o encontro tem importância pela inclusão do universitário de forma antecipada ao mercado de trabalho. “Falei da proposta de inovação que o governo vem trabalhando para empreendedores que ainda na universidade buscam o caminho da inovação tirando sua ideia do papel e transformando em negócios com geração de emprego e renda”, acrescentou Mesquita.

Ainda durante as atividades do workshop, Assurbanipal Mesquita participou de uma rodada de negócios envolvendo empreendedores de Empresas Júnior, o Sebrae-Ac e a representante nacional de empresas juniores, Isis Fenner. O secretário ouviu propostas de consultoria na área de ciência energética, do setor florestal, a zootecnia e de investidores culturais.

Após palestra do titular da Seict, rodada de negócios contou com representação nacional de empresas juniores. Foto: Nilmara Almeida/Seict

Para Beatriz da Silva Santos, proprietária da empresa Florestal Júnior, o encontro foi muito importante para fortalecer o movimento no Acre. “O universitário empreendedor saiu satisfeito tanto da palestra como da rodada de negócios, ajudou muito a crescer o movimento”, disse Beatriz.

A representante nacional da Empresa Júnior, Isis Fenner, disse que o momento é único para o empreendedor enxergar que tem oportunidades de crescimento. “O Acre tem um ecossistema, além disso, existem outros empreendedores com iniciativas de empresas juniores que se conectaram e buscaram formas de se potencializar”, garantiu Fenner.

O professor da Ufac, Gilvan Martins, disse que a segunda edição do workshop capacita a visualização de horizontes no mercado de trabalho, além de levar a ciência e a tecnologia às empresas juniores. “O estado é peça fundamental, através da Seict buscamos parcerias para o estímulo e incentivos para processos de inovação dentro das ideias apresentadas”, analisou Martins.