Em brasília

Governo do Acre apresenta experiências turísticas no Salão Nacional de Turismo

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e Empreendedorismo (Sete), está participando das atividades do Salão Nacional do Turismo 2023, em Brasília, que começou nesta sexta-feira, 15, e prossegue até o domingo, 17. O Acre conta com estandes abrangendo desde artesanato e culinária à experiências turísticas na região.

Secretário de turismo, Marcelo Messias, e equipe do Acre no Salão Nacional de Turismo. Foto: Wesley Moraes/Seplan

“O Acre está sendo muito bem representado”, disse o secretário de Turismo e Empreendedorismo, Marcelo Messias, que participou da abertura, de debates e das atividades acreanas no evento e destacou a importância da iniciativa para fomentar o turismo nacional e local.

“Estamos no primeiro dia e os estandes do Acre estão sendo muito visitados e elogiados e tenho certeza de que serão três dias de sucesso”, disse. 

O Salão é realizado pelo Ministério do Turismo,  após um intervalo de 12 anos sem ocorrer. “Sabemos da importância do turismo internacional, mas é no Salão Nacional que a gente consegue fomentar o turismo local, por meio das demonstrações do que cada estado tem e o Acre tem muito a oferecer”, reforçou o secretário de Turismo. 

Secretário Marcelo Messias participou das atividades do Acre no Salão Nacional do Turismo. Foto: Wesley Moraes/Seplan

O Acre conta com quatro estandes. Em um deles estão sendo apresentadas as seguintes experiências turísticas do Estado: Trilha Chico Mendes, Rio Croa e Serra do Divisor – foi montado inclusive um modelo do mirante que existe no local – além de vivências e festivais indígenas. Também tem mostras da produção associada ao turismo, como artesanato, e da culinária local. Neste sábado será apresentado o modo de preparo e para degustação de público presente, o Pirarucu à Casaca, ação que também tem o apoio do Senac/Acre.   

A participação do Acre também conta, ainda na parte cultural, com show musical do grupo Saiti Munuti – Cantos e Encantos Yawanawa, do povo indígena Yawanawa,  que vem chamando a atenção dos participantes do evento. No domingo, ele se apresentará no palco principal. A líder do grupo, Eriya Luiza Pinhantan, destacou a importância da divulgação do etnoturismo do estado. 

“É muito importante estar aqui, principalmente para mostrar a nossa cultura, o que a gente tem de mais valioso, que são nossos cantos, nossas histórias, nossos artesanatos e mostrar, também, que os povos indígenas são isso, somos acolhedores, protetores, família mesmo”, disse Eriya. Ela explicou a importância da cultura do canto para o seu povo.

Eriya Pinhantan destaca importância da divulgação do etnoturismo. Foto: Wesley Moraes/Seplan

“Nossos ancestrais ensinavam que quando a gente canta, a gente não canta só para nós, mas para todos escutarem, para todos sentirem a nossa força, o nosso poder e trazer para eles, também, a cura por meio dos cantos”, afirmou .  A mostra cultural tem o apoio do Sesc Acre.

Grupo Saiti Munuti – Cantos e Encantos Yawanawa, no Salão Nacional do Turismo. Foto: Wesley Moraes/Seplan

Entre os produtos de artesanato trazidos pelo Acre, estão biojóia, marchetaria, cestaria, produtos de látex e de madeira, todos da floresta e sustentáveis. Tem ainda produtos como castanha, farinha, biscoitos e cachaça de jambú – a qual foi elogiada por visitantes como Paulo Nogueira, que integra a Confraria de Cachaça em Brasília. “Muito boa!”, confirmou ele. Presente ao evento, o presidente do Conselho Municipal de Turismo do Acre, Rizomar Araújo, aproveitou para visitar os estantes do Acre e reforçou a importância da divulgação das atrações turísticas do Estado. “Hoje há muitos turistas internacionais no Acre, de forma orgânica. A divulgação potencializa essa procura”, disse.   

Exemplos de produtos acreanos apresentados no Salão Nacional do Turismo. Foto: Wesley Moraes/Seplan

A participação do Acre no Salão do Turismo tem o apoio do Programa REM Fase II, coordenado pela Secretaria de Planejamento;  da Casa Civil e da Secretaria dos Povos Indígenas. A degustação dos produtos acreanos tem os seguintes apoios: Miragina, Rei da Castanha, Cachaça Acreaninha, Cachaça Aquiry(Ligeirinho) e Ve-LaLuz*.