Covid-19

Governo confirma três casos de coronavírus no Acre e anuncia suspensão das aulas

Governador anunciou cancelamento de concurso público para 9,2 mil pessoas e a paralisação de escolas e universidades por 15 dias

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, anunciou a suspensão das aulas na rede pública de ensino, o cancelamento do concurso da Educação para 9,2 mil candidatos e a proibição de agendas que demandem grandes aglomerações como seria o show do cantor Alexandre Pires, que estava previsto para o próximo dia 4 de abril, em Rio Branco.

Governador Gladson Cameli em coletiva de imprensa no Palácio Rio Branco, na manhã desta terça-feira, 17, para anunciar os primeiros casos de coronavírus Foto: Odair Leal/Secom

Nesta terça-feira, 17, Cameli confirmou oficialmente, em coletiva de imprensa, os três primeiros casos de coronavírus no Acre, dois arquitetos, sendo eles um homem de 30 anos e uma mulher 37, e uma advogada de 50 anos.

Todos os casos são considerados ‘importados’, ou seja, não houve contaminação local, já que os dois primeiros contraíram a doença em São Paulo, enquanto que a advogada esteve em Fortaleza (CE). E por se tratar de ser casos leves, estão todos em isolamento domiciliar aos cuidados dos técnicos da Atenção Básica em Saúde do Município de Rio Branco.

Governador Gladson Cameli em coletiva de imprensa no Palácio Rio Branco, na manhã desta terça-feira, 17, para anunciar os primeiros casos de coronavírus Foto: Odair Leal/Secom

Eles foram confirmados no Centro de Infectologia Charles Mérieux, na Fundação Hospitalar do Estado do Acre. Uma segunda amostra foi enviada ao Instituto Evandro Chagas, em Belém, cujos resultados sairão em até 10 dias.

“Estamos confirmando os três casos por entender que não vou esperar a contraprova para adotarmos todas as medidas necessárias a partir de agora. Não vamos medir esforços para conter a disseminação do vírus e precisamos estar sintonizados 100% com essas pessoas e as suas famílias, dando a assistência necessária que elas merecem”, afirmou o governador Gladson Cameli, ao lado da prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, dos secretários de Saúde do Estado, Alysson Bestene e do Município, Oteniel Almeida, e ainda do promotor da Promotoria de Saúde do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Glaucio Oshiro.

A prefeita Socorro Neri também garantiu que a situação de covid-19 nas três pessoas vem sendo monitorada pela Atenção Básica em Saúde do Município desde a confirmação e prepara também medidas de contenção para novos casos.

“O governador Gladson Cameli já decretou emergência e nós, no município de Rio Branco, consideramos que agora é o momento de passar da fase da prevenção para a contenção de novos casos. Já nos reunimos também com os secretários de Educação [do Estado e do Município] e os diretores de escolas particulares e do ensino superior público e particular, para que numa decisão coletiva paremos por 15 dias toda as atividades”, ressaltou a prefeita.

“Esse é um momento de tranquilizar a população porque estamos empenhados em tomar todas as medidas para não deixar que o vírus se alastre”, completou Socorro Neri.

Prefeita de Rio Branco, Socoro Neri, participou da coletiva e disse que o momento é de tranquilizar a população, pois as medidas preventivas estão sendo adotadas Foto: Odair Leal

Uma dessas medidas é a antecipação da vacinação da gripe Influenza já na próxima segunda-feira, 23, para os grupos de risco.

O secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, anunciou que a UPA do Segundo Distrito será a unidade de referência para a coleta de amostras. “Mas o Pronto-Socorro de Rio Branco também estará à disposição para receber as pessoas. No entanto, é preciso que as pessoas procurem somente em casos de sintomas para coronavírus: febre alta, tosse, dor de cabeça e coriza. Para o caso dessas pessoas com covid-19, elas devem estar em casa, em isolamento domiciliar por ser classificadas em estado leve”, explica Alysson Bestene.

Um telefone foi disponibilizado gratuitamente pela Sesacre para tirar dúvidas: 0800-647-0404.