conexão

Governo busca ampliar cooperação com a EBC para intercâmbio de conteúdos de comunicação

Conteúdos da Agência de Notícias do Acre, das rádios públicas e vídeos institucionais produzidos pelo governo do Acre poderão ser utilizados pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), do governo federal. É o que propôs a Secretaria de Estado de Comunicação do Acre, que já possui um termo de cooperação com as rádios Aldeia FM e Difusora AM para veiculação de programas de rádios da EBC.

Expansão da parceria foi discutida por uma equipe de comunicação da Secom com os executivos da EBC nesta terça-feira, 6. Foto: cedida

A proposta é um importante passo na comunicação pública do Estado, segundo o coordenador das rádios do Estado, Luc Lima. “Temos uma parceria muito importante com a EBC e queremos ampliá-la, levando o conteúdo regionalizado do nosso estado para todo o Brasil”, destacou.

A expansão da parceria foi discutida por uma equipe de comunicação da Secom com os executivos da EBC nesta terça-feira, 6, na sede do órgão, em Brasília. O momento foi oportuno também para que os coordenadores das rádios Aldeia e Difusora da capital e interior participassem de uma de reunião sobre o modelo de gestão utilizado pela EBC nas rádios, TV e Agência Brasil.

Durante a reunião a ampliação da parceria da Secom com a EBC foi discutida. Foto: cedida

“Atuo na rádio há 32 anos e pela primeira vez estou tendo a oportunidade de conhecer a estrutura da EBC, o estúdio da Voz do Brasil e de outros programas que veiculamos na nossa cidade. É uma experiência única e que serve de grande aprendizagem para todos nós, que estamos sempre buscando melhorar o serviço que prestamos para a população acreana”, destacou o coordenador da Rádio Difusora de Tarauacá, Albanir Morais.

Coordenadores das rádios conheceram a estrutura da EBC. Foto: cedida

Presente na reunião, o gerente executivo da Rede Nacional de Comunicação Pública, Vancarlos Alves, disse que levar o conteúdo dos estados para a grade nacional é um grande interesse da EBC. “Esse contato com a Secom do Acre está sendo muito importante para estabelecermos uma relação mais próxima. A ideia é exibirmos para todo o Brasil o conteúdo produzido nos próprios estados, pois eles criam uma conexão com a linguagem de cada região, o que consideramos de grande valor”, ressaltou.