Governo apresenta versão final do projeto de reforma e adequação do Lar Vicentino

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) e da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), apresentou nesta sexta-feira, 22, à presidência do Lar Vicentino, a versão concluída do projeto arquitetônico de reforma e adequação das instalações, do centro que acolhe idosos em situação de vulnerabilidade social em Rio Branco. A execução da obra será realizada pelo próprio Lar Vicentino.

Projeto arquitetônico finalizado foi exposto durante reunião entre secretarias de Estado e Lar Vicentino. Foto: Ascom/Seop

A proposta do projeto da Seop é a recuperação total do espaço com a finalidade de ofertar mais salubridade e segurança aos servidores e pessoas idosas que residem no local, além da modernização do prédio visando assegurar acessibilidade e conforto a todos. O avanço do trabalho em conjunto com o Estado é acompanhado pelo Ministério Público do Acre (MPAC).

Ilustração do projeto de reforma e adequação do Lar Vicentino. Foto: Ilustração/Seop

De acordo com o gestor da pasta de Obras Públicas, Ítalo Lopes, o projeto prevê melhorias na acessibilidade, substituição de instalações elétricas e hidrossanitárias, troca de portas, janelas e pisos, além de revestimentos nas paredes dos dormitórios. O secretário ainda acrescentou que está prevista a criação de novas áreas de convivência para os idosos.

“O projeto atende todas as normas técnicas, sem descaracterizar a originalidade da casa. O objetivo foi propor intervenções que garantam tanto a melhoria das instalações quanto tornar o centro uma referência nacional do tratamento de longa permanência dos idosos”, enfatizou.

A titular da SEASDH, Maria Zilmar da Rocha, destacou a preocupação por parte do governo com o cuidado de olhar diferente para a situação do Lar Vicentino.

“Sabemos que o Lar Vicentino tem uma gestão que estará acompanhando, gerenciando, executando a reforma, mas as parcerias do Estado e do Município são sempre importantes. A situação teve o olhar da vice-governadora Mailza, e o projeto da Seop traz dignidade em especial na questão predial, para proporcionar às pessoas mais conforto para sentirem-se melhor acolhidas. Há uma intenção de cuidar da vulnerabilidade dos idosos e assegurar condições seguras para vivência”, frisou.

Presidente do Lar Vicentino durante apresenta do projeto para reforma e adequação do centro que acolhe idosos. Foto: Ascom/Seop

A presidente do Lar Vicentino, Ana Maria Sobreira, afirmou que o projeto trouxe esperança de dias melhores.

“Saímos com a expectativa de ofertar melhorias para os nossos idosos do Lar Vicentino, tanto para os que já residem aqui quanto para os que ainda virão morar conosco. A Diretoria Nacional dos Institutos de Longa Permanência para Idosos (ILPI) já havia destacado que este projeto pode tornar o Lar Vicentino uma unidade referência no Brasil”, comemorou.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest