Oportunidade

Governo apresenta política habitacional no Feirão da Caixa

Realizado anualmente, o Feirão da Casa Própria é o maior evento do estado para aqueles que desejam realizar o sonho da casa própria.

Organizado pela Caixa Econômica Federal, de 8 a 10 de junho, no Centro de Convenções da Ufac, mesmo que focado no financiamento de imóveis privados, o espaço este ano também serve como uma vitrine dos feitos do governo do Estado em suas políticas habitacionais.

O Feirão deste ano possui 1.820 imóveis, com possibilidade de movimentar até R$ 320 milhões em negócios (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Só durante a gestão do governador Tião Viana, mais de 12 mil imóveis foram entregues gratuitamente para famílias de baixa renda e moradoras de áreas de alto risco, com a criação de novas áreas completamente urbanizadas, como o residencial Cidade do Povo.

“Esse é um feirão que trata sobre habitação e por isso o governo não poderia estar de fora. O olhar do Estado é de interesse social, por isso estamos aqui mostrando o que o governo de Tião Viana conquistou nestes sete anos e meio, o que entregou de unidades habitacionais, o resultado dessa política de habitação e o trabalho de pós-ocupação que é muito importante”, destaca a secretária.

O governador em exercício, desembargador Francisco Djalma, esteve presente na abertura do evento na tarde desta sexta-feira, 8. Para ele, o Feirão representa a reação da economia brasileira perante a crise dos últimos anos.

Só durante a gestão do governador Tião Viana, mais de 12 mil imóveis foram entregues gratuitamente para famílias de baixa renda e moradoras de áreas de alto risco (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

“Há quem diga que os primeiros sinais que indicam uma saída de crise é o desenvolvimento da construção civil e esse evento está vindo num momento muito bom para o desenvolvimento do estado”, ressalta o governador.

Segundo o superintendente da Caixa no Acre, Márcio Fiod, o Feirão deste ano possui 1.820 imóveis entre novos, usados e na planta, com possibilidade de movimentar até R$ 320 milhões em negócios, com várias formas de financiamento a partir de negociações com o banco público.

“Estamos todos motivados, todos os parceiros estão muito otimistas, porque temos as melhores condições para os clientes. A gente confia que esse vai ser o maior Feirão do Acre de todos os tempos”, disse o superintendente.