Plano

Governo antecipará campanha contra desmatamento ilegal e queimadas devido ao coronavírus

O Governo do Estado vem adotando várias medidas para combater o desmatamento ilegal e as queimadas e, nesta quinta-feira, 7, em reunião realizada na Casa Civil, gestores das pastas do Meio Ambiente, Comunicação, Planejamento e Segurança traçaram um plano de contingenciamento para sensibilizar a população para os riscos da propagação de fumaça em tempos de coronavírus (Covid-19).

O chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, destacou a relevância do tema. “Em anos anteriores houve um aumento gradativo no número de queimadas urbanas e rurais. Diante dessa pandemia do coronavírus não podemos deixar que esse aumento continue. Nossa população já tem sofrido o suficiente. Por isso, o governador Gladson Cameli solicitou a antecipação de medidas preventivas para evitar maiores prejuízos à nossa população”, comentou.

Um prévio planejamento estratégico de mídia foi apresentado pela secretária de Comunicação, Silvânia Pinheiro. “Devido ao avanço da pandemia do coronavírus já anunciado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e o possível aumento no número de queimadas, a campanha terá uma linguagem unificada entre Meio Ambiente e Saúde”, explicou Silvânia.

Governo vai sensibilizar a população para os riscos da propagação de fumaça em tempos de coronavírus (Covid-19) Foto: Cedida.

A Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) vai acompanhar o plano de ação já traçado pelo Comitê de Ações Integradas de Meio Ambiente, criado no mês passado por meio de decreto do governador Gladson Cameli. A diretora-executiva da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Vera Reis Brown, acrescentou que o comitê vai garantir a implementação do plano de ação já traçado.

“O comitê vai agir seguindo as diretrizes do Governo do Estado, dentro do consenso institucional, uma vez que várias instituições estão trabalhando de forma integrada, orientando os seus técnicos para um objetivo comum, que é o de interromper os crimes ambientais vigentes nas unidades de conservação e no seu entorno. É uma ação necessária, especialmente nesse período crítico de seca já previsto por várias instituições nacionais e internacionais”, comentou Vera Reis.

Para o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista, as ações de prevenção são realizadas todos os anos de forma presencial, mas com o isolamento social, as abordagens precisam ser diferentes. “Já temos um plano estratégico educacional estabelecido, mas, diante da atual pandemia, não pudemos colocar em prática com as escolas. Por isso, precisamos reforçar as medidas com a sociedade”, argumentou.

O diretor-presidente do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais do Acre (IMC), Érico Maurício Pires Barboza e o diretor da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Vinícius Otsubo, também participaram da reunião.

Últimas notícias

Saúde 03/06/2020 - 12h16min

Nota Pública

enfrentamento da pandemia 03/06/2020 - 10h27min

Governo do Estado decreta ponto facultativo no dia 5 de junho

Medidas contra Covid-19 em Assis Brasil 02/06/2020 - 11h03min

Nota Pública