Reforço

Governador recepciona militares da Força Nacional que atuarão no combate às queimadas

Bombeiros de vários estados brasileiros com experiência em combate a incêndios florestais estão no Acre para reforçar enfrentamento às queimadas. Eles foram recepcionados pelo governador do Estado, Gladson Cameli, na manhã desta quarta-feira, 18. Os 21 militares da Força Nacional de Segurança Pública atuarão no combate às queimadas florestais nas regiões mais vulneráveis e que apresentam as maiores incidências de focos de calor no Acre.

A maioria deles estava realizando este mesmo trabalho nos estados do Amazonas e de Rondônia por meio da operação “Verde Brasil” conjuntamente com outros 1,2 mil profissionais. O emprego destes militares para combater os incêndios florestais faz parte da Garantia da Lei e da Ordem Ambiental (GLOA), medida adotada pelo governo federal que tem como principal objetivo atuar em regiões fronteiriças, terras indígenas e unidades federais de conservação ambiental.

Governador Gladson durante recepção aos 21 militares da Força Nacional que estão no Acre para ajudar no combate às queimadas Foto: Diego Gurgel/Secom

Gladson Cameli agradeceu o envio dos militares e afirmou que toda a estrutura do governo estadual está à disposição para que os integrantes da Força Nacional desempenhem suas atividades com eficiência e as melhores condições de trabalho possíveis. O gestor ainda reforçou que sua administração é aberta ao diálogo e ao fortalecimento de parcerias com as instituições.

“Com a presença da Força Nacional daremos uma resposta imediata ao combate aos focos de incêndio e isso reforça a parceria que queremos com as Forças Armadas, não somente no combate às queimadas, mas também na proteção das nossas fronteiras porque sempre tenho dito que juntos somos mais fortes”, argumentou o governador.

O governador também comentou sobre a recente visita que fez à empresa Magirus, uma das maiores fabricantes de veículos e equipamentos de combate a incêndio do mundo. Segundo Cameli, todo o esforço será feito para ampliar e modernizar o Corpo de Bombeiros.

Gladson Cameli afirmou que não medirá esforços para reestruturar e modernizar o Corpo de Bombeiros Foto: Diego Gurgel/Secom

“Estamos procurando reestruturar o Corpo de Bombeiros para que possamos ter as condições de dar respostas imediatas à nossa sociedade e os equipamentos que conhecemos são de primeira qualidade. Além da economia que teremos, isso trará modernização e mostra o compromisso do Corpo de Bombeiros em prestar um serviço cada vez melhor aos acreanos”, esclareceu.

O coordenador da missão da Força Nacional, tenente-coronel Vandernilson Peres, explicou como será o planejamento e atuação da equipe. “Estamos aqui para auxiliar neste apoio solicitado pelo Governo do Estado do Acre. Trouxemos bombeiros com equipamentos e estaremos atuando junto com o Exército em várias regiões do estado, onde seremos orientados e demandados por meio da Sala de Situação montada no 4° Batalhão de Infantaria de Selva”, frisou.

Bombeiros do Acre são capacitados na Bahia

Cinco militares acreanos participaram recentemente na Bahia de um curso de prevenção e combate a incêndios florestais, promovido pelo Corpo de Bombeiros daquele estado. Os profissionais foram capacitados com técnicas de prevenção e combate a incêndios florestais em diversos biomas brasileiros, além de outras disciplinas, como perícia de incêndios, orientação e navegação, busca de pessoas perdidas, resgate de vítimas nos planos vertical e horizontal, atividades em ambiente aquático, atendimento pré-hospitalar, sobrevivência, dentre outras atividades, desenvolvidas explorando as particularidades do ambiente silvestre.

Por meio dessa capacitação, a instituição inicia uma nova era nas atividades de incêndios florestais, bem como no atendimento a ocorrências em áreas de mata, tão comuns na região amazônica. A intenção, segundo o comandante-geral da corporação, coronel Carlos Batista, é que os militares repassem os conhecimentos adquiridos para outros de colegas de farda.

Governador Gladson Cameli, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Rocha dos Santos, comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista, e os militares acreanos que participaram de capacitação na Bahia Foto: Diego Gurgel/Secom

“O nosso objetivo é capacitar nossos militares para que eles estejam preparados para qualquer missão e este tipo de investimento é a prova que queremos contar com os melhores profissionais do Corpo de Bombeiros do país. Uma instituição como a nossa tem o dever de sempre estar pronta para que possamos atuar nas mais diversas situações, como é o caso, por exemplo, das queimadas”, salientou.

Comandante da 17° Brigada de Infantaria de Selva conhece e elogia instalações do Corpo de Bombeiros

Cumprindo agenda no Acre, o comandante da 17° Brigada de Infantaria de Selva, general Luciano Batista de Lima, visitou as instalações do comando-geral do Corpo de Bombeiros. Na sala de situação, foi apresentado um histórico e a estrutura que a corporação dispõe para atender a sociedade.

Lima fez questão de destacar o excelente serviço prestado pelo CBMAC e enfatizou que a instituição é um exemplo para os demais estados brasileiros. Diante do governador Gladson Cameli, o general colocou-se ainda à disposição para reforçar as parcerias existentes e apresentou propostas para fortalecer a atuação do Corpo de Bombeiros.

General Lima elogiou o trabalho desempenhado pelo Corpo de Bombeiros do Acre e disse que instituição é exemplos para demais estados do país Foto: Diego Gurgel/Secom

Uma delas diz respeito à contratação temporária de bombeiros em momentos de crises ou desastres ambientais. Lima citou que o governo do Rio Grande do Sul já trabalha desta forma e que muito em breve o estado de Rondônia fará o mesmo. Ao fim da reunião, a convite do governador Gladson Cameli, o comandante da 17° Brigada de Infantaria de Selva confirmou presença nas festividades do dia 17 de novembro, data da assinatura do Tratado de Petrópolis, e do 7 de setembro do próximo ano.