Governo começa ampliação dos aeroportos de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo

dsc_0163.jpg

O Governo do Acre iniciou nesta sexta-feira, 9, as primeiras obras da fase 3 do Programa de Desenvolvimento Sustentável, financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Trata-se da conclusão das pistas de avião de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo que, com a melhoria, irão permitir pousos e decolagens de aeronaves como o Bandeirante e o Búfalo da Força Aérea Brasileira (FAB), além de oferecer muito mais segurança para os vôos e facilitar o subsídio público de passagens aéreas.

A pista de Porto Walter mede atualmente 800mx18m e com a ampliação passará a ter 1.300mx24m, mesma dimensão do aeródromo de Thaumaturgo. A Construtora Colorado, que venceu a licitação pública para execução das obras, terá quatro meses para entregá-las ao uso público. As duas frentes irão gerar, segundo o empresário Orleir Cameli, dono da Colorado, pelo menos 150 empregos diretos e indiretos.

No total, mais de R$ 4 milhões serão investidos nas obras. A ordem de serviço foi assinada durante cerimônia realizada na Escola Manoel Pinheiro, em Porto Walter, com a presença de autoridades como o governador Binho Marques, o vice-presidente do Senado, Tião Viana; o presidente da Assembléia Legislativa, Edvaldo Magalhães; o vice-governador do Acre, César Messias; os prefeitos Neuzari Pinheiro (Porto Walter) e Itamar de Sá (Marechal Thaumaturgo), vereadores, lideranças políticas, como o deputado Thaumaturgo Lima, lideranças  religiosas e comunitárias.

{xtypo_rounded2}

O que é o PIDS III?
O Acre deu um importante passo para consolidação de sua experiência de sustentabilidade com a  3ª fase  do Programa Integrado de Desenvolvimento Sustentável  (PIDS III) cujo contrato, no valor de R$575 milhões, foi assinado no mês de abril no Palácio do Planalto, entre o governador Binho Marques e o presidente do banco, Luciano Coutinho. A implementação do PIDS III ampliará os impactos positivos dos três grandes empreendimentos em implantação no Acre e na região do seu entorno: pavimentação da BR-364 no trecho Rio Branco-Cruzeiro do Sul; pavimentação da rodovia Inter-oceânica em território peruano – concessão privada que liga Brasil ao Peru; e o complexo hidrelétrico do Rio Madeira com as seguintes frentes: Fortalecimento do turismo e consolidação dos eixos de integração Acre/Peru/Bolívia; infra-estrutura urbana e habitação de interesse social; infra-estrutura de saúde e saneamento;  infra-estrutura de educação; infra-estrutura de desenvolvimento econômico e de integração; infra-estrutura de comunicação e desenvolvimento social; e  modernização do sistema de gestão.

{/xtypo_rounded2}

"Esta é uma obra que havia tempos nós tínhamos necessidade dela. Só temos mesmo é a agradecer", disse o prefeito de Porto Walter, Neuzari Pinheiro. "O governador Binho Marques tem sido parceiro de primeira hora com os municípios do Vale do Juruá", afirmou o prefeito de Thaumaturgo, Itamar de Sá.

Binho Marques reafirmou o compromisso do Governo em manter-se apoiando os municípios que mais precisam de investimentos públicos. "As dificuldades de vocês são as nossas dificuldades. Estas obras são em respeito a este povo", disse Marques.

Os insumos -brita, areia e outros materiais -já estão no canteiro de obras e foram adquiridos em boa parte em outros Estados. A brita, por exemplo, foi adquirida em Rondônia e chegou a Porto Valter em balsa.

Conclusão dos aeroportos de Marechal Thaumaturgo e Porto Walter

Serviços
Local Valor R$
Serviço de táxi e estacionamento de aeronaves e  construção da estação de passageiros M. Thaumaturgo 1.492.440,55
Pavimentação e Sinalização P. Valter 2.524.372,78