PMAC

Governador Gladson Cameli dá posse ao novo comandante da Polícia Militar

Com 21 anos de serviço, coronel Paulo César Gomes assumiu na tarde desta sexta-feira, 24, o Comando-Geral da Polícia Militar do Acre

“Com muita honra, orgulho e respeito, assumo essa nova missão confiada a mim pelo governador Gladson Cameli”. Foi com esse brado que o novo comandante-geral da Polícia Militar do Acre (PMAC), coronel Paulo César Gomes da Silva assumiu a função durante a solenidade militar de assunção, no final da tarde desta sexta-feira, 24, no Palácio Rio Branco.

Novo comandante-geral da Polícia Militar do Acre, coronel Paulo César Gomes da Silva agradece a confiança depositada nele Foto: Diego Gurgel/Secom.

Com 21 anos de serviço, tendo comandado o Batalhão de Operações Especiais (Bope), o 4º Batalhão de Polícia Militar, Companhia de Guarda Penitenciária, e exercido diversas outras funções, o coronel Paulo César foi nomeado comandante-geral da PMAC pelo governador Gladson Cameli no dia 2 de julho de 2020. 

“Quero agradecer ao grande arquiteto do universo por ter me conduzido até aqui com saúde e disposição para atender ao convite do governador Gladson Cameli, ao qual agradeço pela confiança e a forma franca que conversou comigo no momento de seu convite. Recebo essa missão com muita satisfação e preocupação, pois sei que decisões tomadas influenciam a vida dos nossos cidadãos e também do efetivo da nossa corporação”, declarou o novo comendante.

Nascido no Rio de Janeiro, Paulo César Gomes da Silva mora no Acre desde 1986. Durante a solenidade, ele agradeceu oficiais e praças da PMAC, com quem convive durante esses 21 anos de serviço.

“Ao ir para reserva remunera em 2017 achei que estaria com minha missão cumprida. Hoje, passados quase três anos, vejo que ainda tenho a contribuir com nossa centenária corporação. Senhor governador, espero contribuir com o seu governo e retribuir com muito empenho e seriedade a confiança depositada em mim”, afirmou o novo comandante-geral, reforçando em seu discurso que fará de tudo para elevar e fortalecer a corporação e o Estado do Acre. 

Coronel Paulo César recebendo das mãos do governador, a espada do comandante-geral da PMAC, denominada Espada de Plácido de Castro Foto: Diego Gurgel/Secom.

Ainda durante a solenidade, o coronel Paulo César foi convidado a se posicionar para receber, das mãos do governador a espada do comandante-geral da PMAC, denominada de “Espada de Plácido de Castro”, símbolo que assinala a posição hierárquica no mais alto nível dentro da instituição.

Devido a pandemia do novo coronavírus, a cerimônia de assunção do Comando-Geral aconteceu de forma reservada e reuniu poucas autoridades entre civis e militares, dentre elas o governador Gladson Cameli, que transmitiu o Comando da PM ao coronel Paulo César Gomes; o secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Cézar Santos, comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista, delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes e o presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Francisco Djalma. Também participaram do evento os familiares do novo comandante.

Governador Gladson Cameli cumprimenta o novo comandante-geral, coronel Paulo César. Foto: Diego Gurgel/Secom.

Para Cameli, que fez questão de enaltecer sua admiração pelo sistema público de segurança, a missão de Paulo César é desafiadora. Mas afirmou não ter dúvidas do potencial do militar, além de prometer continuar fazendo tudo que estiver ao seu alcance para dar condições para a atuação das polícias no estado.

“O desafio é muito grande, principalmente quando se tem uma equipe que está sintonizada. Comandante, não tenho dúvidas do seu potencial em assumir e cumprir com essa nova missão que lhe foi confiada. Eu sou um fã das nossas polícias. Sinto orgulho e também sei do tamanho do respeito que a sociedade tem por nossas polícias”, diz Gladson Cameli ao desejar boas-vindas ao novo comandante da corporação. 

Por sua vez, o secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Cézar, parabenizou o comandante-geral, lembrando que mais que um nome, ambos dividem semelhante trajetória na vida militar. 

Secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Cézar, parabeniza o comandante-geral que inicia uma jornada no ponto mais relevante da vida militar. Foto: Diego Gurgel/Secom.

“Temos formação inicial militar sobre os pilares morais, éticos e disciplinares de Caxias, de quem me orgulho. Também pela coincidência do nome, o que foi muito comum em nossas carreiras, muitas vezes recebi ligações de pessoas querendo falar com o coronel Paulo César do Rio de Janeiro, o que acredito ter acontecido muito com ele também. Me orgulho de ter encontrado um colega com o nome similar ao meu, com uma história parecida com a minha e com o ingresso na corporação parecido com o meu e que hoje tenho orgulho em ter como o meu comandante. Porque ele também é meu comandante, pois sou militar da reserva e devo reverência ao comandante-geral da Polícia Militar”, ressalta. 

O secretário Estadual de Segurança Pública destacou ainda o bom trabalho que vem sendo desenvolvido pelas policias acreanas. “A Polícia Militar, assim como a Polícia Civil acreana vem desenvolvendo um trabalho extraordinário. Encontramos esse estado, principalmente o sistema de segurança em uma situação muito difícil, não simplesmente em razão da falta de empenho dos colegas, mas pelas condições que eram muito precárias. Em face a uma série de encontros permitidos pelo nosso grande arquiteto divino e pela boa vontade também dos parlamentares liderados pelo nosso governador, conseguimos efetivamente recursos que possibilitam mudar essa história”.

Segundo ele, os números alcançados, principalmente nos últimos meses e no que tange aos crimes contra o patrimônio desde outubro do ano passado, já demonstram a evolução no sistema de segurança pública. “Coronel Paulo, tenha certeza que o senhor tem grandes homens, que na diversidade fazem a diferença. Homens que muitas vezes contrariados, permanecem fiéis às normas, às disciplinas e estão efetivamente alinhados com a política estadual de segurança pública”, observa. 

Ao fim da cerimônia, o comandante-geral recebeu as boas-vindas da corporação durante singela homenagem das tropas em frente ao Palácio Rio Branco. Foto: Diego Gurgel/Secom.

Sobre o novo comandante da PMAC

Natural do Rio de Janeiro, o comandante-geral da PM, coronel Paulo César Gomes da Silva pertence à reserva remunerada da Polícia Militar do Estado do Acre. Possui formação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Acre (Ufac); bacharel em Segurança Pública pela Academia de Polícia Militar de Costa Verde, no Mato Grosso; MBA – Gestão Estratégica em Segurança Pública pela Uninorte e Especialização em Segurança Pública pelo Centro de Ensino da Polícia Militar da Paraíba.  

Promovido ao posto de coronel em 25 de dezembro de 2016, iniciou suas atividades de comando no ano de 2000, quando comandou a então chamada Companhia de Guarda Penitenciária (CGP).

Possui diversos cursos de especialização na área de segurança e já atuou em todas as funções da Polícia Militar, chegando inclusive ao comando do Batalhão de Operações Especiais (Bope), onde esteve à frente de 2012 a 2016, encerrando sua carreira na ativa como diretor de ensino da instituição no ano de 2017.