Democracia

Governador destaca importância do debate democrático para a construção do futuro do Acre durante a reabertura do ano legislativo na Aleac

Na reabertura do ano legislativo de 2024, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), nesta quinta-feira, 1º, o governador Gladson Cameli destacou a importância da compreensão da classe política, servidores públicos e comunidade em geral, do  processo de restruturação e mudanças que o estado vive.

“O nosso tempo é de construir. Portanto, não há tempo para desperdiçar. Não existe governo perfeito. Somos abertos e atentos às críticas, pois sabemos que, recebidas com inteligência, elas nos ajudam na busca do aperfeiçoamento. Democracia é isso, mas não apostem no pior. Estou pronto para qualquer desafio”, disse Cameli.

Governador Gladson Cameli participa da sessão solene de reabertura dos trabalhos legislativos de 2024. Foto: Diego Gurgel/Secom

O governador fez questão de acrescentar que a atual gestão tem avançado nas mais diversas áreas e muito disso foi possível graças a relação exitosa de equilíbrio, colaboração e respeito mútuo que sempre mantivemos com a Assembleia Legislativa.

Na mesma mensagem, Cameli fez questão de destacar os avanços do Estado no primeiro ano da sua segunda gestão nas áreas (leia a íntegra da mensagem aqui), lembrando que não há dúvidas de que o Acre decidiu pelo caminho da modernidade.

“É moderno pensar em como o resultado do nosso trabalho irá impactar nas próximas gerações. É moderno planejar que o governo do Estado exerça o seu papel de liderança no desenvolvimento compartilhado com os demais poderes, a iniciativa pública e toda a sociedade”, disse Cameli ressaltando ainda o quanto é moderna a relação que sempre guiou seu governo nos debates políticos: “primeiro as pessoas, com a valorização das ideias e nos resultados”.

Na leitura da mensagem, governador Gladson Cameli reafirma compromisso com parlamentares por meio do fortalecimento do diálogo baseado em trabalho, respeito e transparência. Foto: Diego Gurgel/Secom

Cameli fez questão de agradecer o apoio, o empenho e a lealdade da vice-governadora Mailza Assis na condução da gestão, bem como sua equipe e os poderes – Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, bancada federal e, em especial, aos deputados estaduais na condução do processo democrático da gestão.

“Recebo as críticas com humildade. Isso é democracia. Não vim aqui maquiar números. Não vou deixar, jamais, de encarar os problemas, mas é com humildade e olhando olho no olho que iremos vencer os desafios e diminuir o tempo de resolução dos problemas que a nossa população e os nossos servidores reivindicam”, disse o governador ao falar sobre as adversidades de toda gestão pública.

Gladson Cameli agradeceu o apoio das instituições. Foto: Diego Gurgel/Secom

Cameli foi além e disse que não se pode perder tempo, pois os políticos passam, os debates são necessários e as críticas são fundamentais na democracia, sempre com respeito.  “E nunca é demais lembrar que o Acre não me pertence, ele pertence a todos aqueles que aqui nasceram ou escolheram esta terra para viver e, por isso mesmo, precisamos plantar nossa colheita do futuro, para que possamos colher dias melhores”, disse Cameli.

Governador Gladson Cameli, presidente da Aleac, deputado Luiz Gonzaga e desembargador Luiz Camolez na sessão solene. Foto: Diego Gurgel/Secom

Antes de finalizar a leitura da mensagem, o governador fez questão de destacar a presença, na plateia, da ex-governadora Iolanda Lima, a primeira mulher a assumir a gestão de um Estado, no final da década de 1980: “A senhora nos orgulha com sua história, governadora Iolanda. E é uma honra tê-la aqui conosco”.