Em Rio Branco

Gestores estaduais e técnicos municipais participam de capacitação sobre Selo Unicef

A iniciativa trata a metodologia do quadriênio, os indicadores que serão monitorados, como será a avaliação de cada cidade e como deverá ser realizado o 1o Fórum Comunitário (Foto: Angela Peres/Secom)

Com a participação de gestores estaduais e técnicos municipais, a Fundação das Nações Unidas para a Infância (Unicef) deu início na manhã desta terça-feira, 20, a capacitação do Selo Unicef edição 2017-2020. O evento promovido na Universidade Federal do Acre (Ufac) tem apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds) e gabinete da vice-governadora Nazareth Araújo.

Além de tratar sobre o projeto, a oficina ainda debaterá ao longo de dois dias a metodologia do quadriênio, os indicadores que serão monitorados, como será a avaliação de cada cidade e como deverá ser realizado o 1o Fórum Comunitário.

Na última edição, o Acre se destacou por ter nove municípios que concluíram as ações propostas e receberam o Selo Unicef. Neste, a adesão do estado é de 92% das cidades participantes.

De acordo com a chefe de departamento de proteção social básica da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) e auxiliar do Selo Unicef no Acre, Helena Speroto, o papel do Estado é articular junto aos órgãos municipais para fazerem a adesão e incentivar a criação de ações nas áreas de saúde, educação e assistência social. “Se os índices nestes setores melhorarem em cada localidade, automaticamente, o índice estadual também sobe. Por isso, nos unimos para crescermos juntos”, afirma.

O momento ainda discutirá sobre o Plano Municipal de Ação para enfrentar os principais problemas que afetam meninos e meninas nas áreas de saúde, educação, assistência social, comunicação, cultura, esporte e lazer.

“Essa iniciativa faz parte também de um pedido do governador Tião Viana para que trabalhemos na promoção de direitos e defesa de crianças e adolescentes.  É um setor que é uma das prioridades dessa gestão, por isso é tão importante que a maior parte dos municípios estejam integrados no selo”, diz o gestor da Sed, Gabriel Gelpke.

Ao todo, 622 municípios da Amazônia Legal participam do Selo da Unicef. No fim da edição, em 2020, os inscritos serão avaliados por meio de indicadores quantitativos e qualitativos relacionados ao impacto social que o programa teve em cada município e com as ações estratégicas e políticas públicas desenvolvidas.