Dia Internacional da Mulher

Gestoras do Estado são homenageadas em sessão na Aleac

Homenagem às mulheres foi realizada neste dia 8 de março, no plenário da Assembleia Legislativa (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) foi tomado por mulheres nesta quinta-feira, 8, para realização de sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Entre as homenageadas, estavam gestoras do governo do Estado, de municípios, educadoras, magistradas e lideranças comunitárias.

A sessão foi proposta pela deputada Leila Galvão e o deputado Manoel Moraes, que presidiu a sessão, em virtude da ausência do presidente da Casa, Ney Amorim, que cumpre agenda fora do Acre.

Em discurso, a propositora da sessão solene, deputada Leila Galvão, pediu menos violência e discriminação contras as mulheres. “Somos capazes, sim de ocupar qualquer espaço [na sociedade]. Queremos ter o tempo para nos embelezarmos, mas queremos verdadeiramente que nós sejamos reconhecidas pelo valor e pela capacidade que temos”, disse Leila Galvão.

Entre as homenageadas, estavam a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, representando a vice-governadora Nazareth Araújo; secretárias de Estado, Andréa Zílio, de Comunicação; Sawana Carvalho, de Gestão Administrativa; Karla Martins, da Cultura; Rachel Moreira, de Turismo; Janaína Guedes, da Habitação, Magaly Medeiros, Mudanças Climáticas; Renata Souza, de Ciência e Tecnologia; Lídia Soares, da Procuradoria Geral do Estado e Roberta Caminha, da Defensoria Pública do Estado; Concita Maia, de Políticas para as Mulheres.

Além delas, Iara Marques, secretária adjunta de Articulação e Rose Scalabrin, adjunta de Ciência e Tecnologia também foram homenageadas.

“Hoje, realmente é um dia muito especial para nós mulheres. Dia em que visibilizamos nossas lutas, em que reafirmamos nossas conquistas, promovemos reflexões, dentre elas a reunificação do princípio feminino que habita em nós, que traduz a nossa identidade com toda pluralidade que envolve o ato de nos tornarmos mulher”, afirmou Concita Maia.

A secretária de Políticas para as Mulheres destacou ainda que este é um mês no qual as mulheres se unem para o enfrentamento de tantos desafios que ainda se fazem necessários para a construção de uma sociedade verdadeiramente harmoniosa, saudável. “Uma sociedade construída sobre os pilares do respeito às diferenças, da equidade de gênero e da igualdade entre homens e mulheres”, frisou a gestora pública.

Andréa Zílio destacou: “Precisamos de um dia para homenagear as mulheres? Sim, espero que um dia a gente não precise mais. Por enquanto, precisamos de um dia para simbolizar e reafirmar essa luta, pois ainda temos muitos desafios a serem vencidos. A violência doméstica, o feminicídio e tantas outras brutalidades que enfrentamos são frequentes. Que essa data reforce e traga mais gente para a reflexão, e que as ações se reforcem na luta pelo respeito e pela igualdade direitos, respeitando sempre as diferenças”, concluiu Zílio.