Assistência

Fundhacre recebe 70 cadeiras para o setor de Nefrologia

Nesta terça-feira, 21, a Fundação Hospital do Acre (Fundhacre), em Rio Branco, recebeu 70 cadeiras para o setor de Nefrologia. A entrega promove maior bem-estar ao paciente, que fica em média 4 horas no assento. O setor atende os pacientes renais crônicos que realizam o tratamento de hemodiálise.

Cadeiras para a Nefrologia visam maior comodidade no atendimento aos pacientes. Foto: Taís Nascimento/Sesacre

“A Fundhacre agradece a parceria com a Secretaria de Estado de Saúde. A Fundação escuta os pacientes, e estamos atentos aos pedidos das pessoas que utilizam o serviço do SUS, bem como dos profissionais de saúde da unidade hospitalar e do governador Gladson Cameli, que pediu que atendêssemos com um olhar humanizado os pacientes da nefrologia”, afirmou o presidente da Fundhacre, João Paulo Silva.

Equipe da Fundhacre e Sesacre recebendo as 70 cadeiras para o setor de Nefrologia. Foto: Vitor Hugo Calixto.

A Nefrologia busca o aprimoramento e a especialização contínua no tratamento da hemodiálise, sobretudo na área de assistência, que desenvolve bem-estar e segurança aos pacientes. O setor tem procurado acolhê-los conforme a necessidade de cada um. Além disso, a instituição tem buscado melhorias e qualificação, por meio das emendas parlamentares aprovadas em 2020, que visam a aquisição de equipamentos no serviço de nefrologia e a ampliação na unidade, que será iniciada em breve.

Atendimento a pacientes que fazem hemodiálise. Foto: Danna Anute.

“A entrega das 70 cadeiras automatizadas irá atender os pacientes da nefrologia, e esse é mais um ganho para a Saúde, e o governador Gladson Cameli colaborou para que isso fosse realizado. Essa oferta de serviço destaca o cuidado com o paciente que faz o tratamento de hemodiálise”, disse a secretária de Saúde, Paula Mariano.

“As cadeiras para a nefrologia foram adquiridas por meio do recurso do Banco Mundial. O valor total delas é de 589 mil reais. Essa aquisição irá proporcionar um atendimento mais adequado para os pacientes, que estavam utilizando as mesmas cadeiras há 20 anos”, destaca a gerente da Nefrologia, Lorena Seguel.

Gestores da Saúde comemoram avanços. Foto: Taís Nascimento.