câncer de pele

Fundhacre e acadêmicos de medicina realizam ação em alusão ao Dezembro Laranja

Por Suene Almeida

A Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), por meio da Liga Acadêmica de Dermatologia e Cirurgia Plástica, realiza entre os dias 12 a 16 de dezembro, durante todas as manhãs, na unidade, uma ação de conscientização e combate ao câncer de pele. A programação faz parte da campanha Dezembro Laranja, mês dedicado à prevenção da doença.

O câncer de pele é o tipo de câncer mais frequente no Brasil. Por ano, são registrados cerca de 185 mil casos, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Fundhacre e acadêmicos de medicina realizam ação em alusão ao Dezembro Laranja. Foto: Suene Almeida

Durante a ação, os acadêmicos dos cursos de Medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac) e da União Educacional do Norte (Uninorte) alertam para a importância da prevenção e possíveis sinais que identifiquem o câncer de pele.

“Com essa ação, temos o intuito de estar explicando para as pessoas como os sinais de um possível câncer de pele podem surgir. Falar sobre pintas na pele com bordas assimétricas, de cores diferentes, alertar do perigo da exposição prolongada ao sol, sobre a necessidade do uso contínuo de protetor solar, e como essas pessoas podem estar procurando ajuda médica para diagnóstico da doença”, destaca Mariana Gouveia, estudante da Uninorte.

Durante a ação, os acadêmicos dos cursos de Medicina da UFAC e da Uninorte alertam para a importância de prevenção da doença. Foto: Suene Almeida

O tipo mais comum, o câncer da pele não melanoma, tem letalidade baixa, porém registra números altos de casos. Já o melanoma, forma mais rara da doença, é o mais agressivo.  Dados do Inca apontam ainda que esse tipo de câncer responde por 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, fato que alerta para a importância da campanha Dezembro Laranja ser realizada. É o que ressalta, Rosangela Farias, chefe do Ambulatório da Fundhacre, setor de maior movimento do complexo.

“O Dezembro Laranja é um alerta para todos nós, sobre a importância de observar e buscar combater o câncer de pele, que é uma doença que tem cura. É muito importante, nós, como profissionais de saúde, estarmos levando conhecimento à população. A Fundhacre recebe pessoas de todo o estado do Acre, e até de países vizinhos, o que torna ainda mais importante a realização dessa ação em nossa unidade”, diz a servidora.

Ação ocorreu por meio da Liga Acadêmica de Dermatologia e Cirurgia Plástica. Foto: Suene Almeida

Sintomas e Diagnóstico

Os sintomas mais comuns do câncer de pele são: pintas/sinais que aumentam de tamanho, coçam ou sangram, que mudam de cor ou que têm formato irregular. Além disso, existem alguns tumores que podem ter aparência de lesões, tipo verrugas, nódulos avermelhados e manchas.

Ao notar qualquer sinal suspeito da doença, a pessoa deve procurar atendimento médico para avaliação e posteriores exames, se confirmada a suspeita pelo profissional. O diagnóstico precoce aumenta as chances de tratamento e cura deste tipo de câncer.