Fantasiados, idosos da Cidade do Povo comemoram aniversariantes do mês

Na última terça-feira do mês é promovida uma festa para comemorar os aniversários do grupo (Foto: Alexandre Noronha/Secom)
Na última terça-feira do mês é promovida uma festa para comemorar os aniversários do grupo (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

Toda última terça-feira do mês é promovida uma festa temática para a comemoração dos aniversariantes do grupo de idosos do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da Cidade do Povo. Nesta terça-feira, 30, foi realizada uma festa à fantasia. A Secretaria de Estado de Habitação (Sehab) é parceira do projeto.

O grupo de idosos promove encontros todas às terças-feiras em uma sala do prédio da Administração da Sehab na Cidade do Povo com o objetivo de promover a união, a troca de informação, realizar exercícios físicos, dança entre outras atividades. Os encontros contam com a participação de cerca de 30 idosos.

A assistente social e coordenadora do CRAS da Cidade do Povo, Cherles Vasconcelos, destacou que mesmo com dificuldades foi possível iniciar o grupo de idosos no bairro.

“O propósito é essa união, esse momento com eles, a terça-feira é deles, a gente conversa, eles trocam informações com a gente. Eles nos acolheram como também nós os acolhemos”, afirmou.

“A gente conversa, brinca, ri e tudo isso vai espairecendo mais”, diz Antônia Lima (Foto: Alexandre Noronha/Secom)
“A gente conversa, brinca, ri e tudo isso vai espairecendo mais”, diz Antônia Lima (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

Morando há seis meses na Cidade do Povo e há três participando do grupo de idosos, a dona de casa Antônia Lima, elogiou a iniciativa.

“Acho muito bom, porque às vezes a gente está em casa e é bom sair um pouquinho para conversar, para ouvir alguma coisa, o grupo é uma maravilha, não só as meninas como todos nos reunidos”, declarou.

Além de ceder o espaço para as reuniões, a Sehab também contribui com a locomoção dos idosos para o local dos encontros semanais.

“O CRAS é bastante atuante aqui, eles têm um serviço de visitas diárias nas residências para ver a questão social das pessoas e identificaram que aqui tem bastante idoso, começaram a fazer reuniões e nos tornamos parceiros”, frisou a coordenadora da Sehab na Cidade do Povo, Maria José Rodrigues.