Evento vai comemorar dez anos da Lei de Gestão de Florestas Públicas

Evento - 10 anos da Lei de Gestão de Florestas Publicas - Concessões Flo...Em 2006 o Brasil dava um importante passo na gestão de florestas públicas, para conservá-las e aliando desenvolvimento socioeconômico.

A lei nº 11.284/2006, que trata sobre a gestão de florestas públicas, completa dez anos, sendo usada como ferramenta para melhorar a qualidade de vida das populações tradicionais e estimular a economia verde, com produtos e serviços florestais.

Para comemorar essa data e discutir a legislação atual sobre concessões, o governo do Acre, em parceria com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), o Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e outras instituições, realiza o evento “10 Anos da Lei de Gestão de Florestas Públicas: a Trajetória das Concessões Florestais no Brasil”, dia 19 de abril, em Belém (PA).

A participação do estado será marcada pela troca de experiências na gestão de florestas públicas e também na discussão da legislação para concessões, uma vez que o Acre inicia este ano o processo de implantação das primeiras concessões.

A previsão é de que, ainda este ano, seja investido R$ 1,5 milhão para concessão de 240 mil hectares de florestas estaduais, começando pelo Complexo de Florestas do Rio Gregório, por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA – fase II)

O diretor executivo de florestas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Marky Brito, vai representar o estado no evento.

“O evento é importante, para que o Acre contribua com o debate sobre o uso das florestas públicas no Brasil. Este ano iniciamos a contratação dos estudos técnicos para o lançamento dos nossos editais de concessão. Para isso, temos uma forte parceria com o governo federal, através da cooperação com o Serviço Florestal Brasileiro”, afirma.

O diretor garante ainda que a situação atual é positiva e o processo de concessão é promissor para o estado. “Hoje, o cenário é positivo para as concessões florestais naquela região, pois contamos com uma rodovia aberta o ano inteiro, além dos Complexos Industriais Florestais de Cruzeiro do Sul e Tarauacá e a presença de empresas, como a Agrocortex, dispostas a participar dessas concessões”, disse.