Esporte

Estado vai enviar a maior delegação acreana da história aos Jogos Escolares no Rio de Janeiro

O governo do Estado irá enviar, este ano, a maior delegação acreana aos Jogos Escolares, competição que será realizada entre os dias 31 de outubro e 15 de novembro, na Arena Olímpica da cidade do Rio de Janeiro. Ao todo, serão 236 pessoas que participarão dos jogos.

Serão, de acordo com o chefe do Departamento de Esportes da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Júnior Santiago, 176 atletas, 45 profissionais, entre os quais os técnicos e professores de educação física, além de 15 pessoas que fazem parte da delegação do departamento.

Fase estadual dos jogos escolares envolveu mais de 20 mil estudantes. Foto: Stalin Melo/Arquivo SEE

Para se ter uma ideia, no ano passado, quando o Acre também participou dos Jogos Escolares, foram 155 atletas. Outra boa notícia é que o estado participará de nada menos do que 15 das 17 modalidades esportivas que serão disputadas. “Vamos participar até do Wrestling, que é uma modalidade de luta”, enfatizou Santiago.

Além dos jogos escolares no Rio de Janeiro, o Acre também enviou um grande número de atletas aos Jogos da Juventude, que este ano foram realizados na cidade de Aracaju (SE). Os jogos da juventude envolvem alunos de 15 a 17 anos e os jogos escolares são para alunos de 12 a 14 anos.

Júnior Santiago destaca, ainda, que na fase estadual os jogos escolares foram a maior edição já realizada, envolvendo um total de 21 dos 22 municípios acreanos, e com a participação de mais de 20 mil estudantes. Por uma questão e logística, apenas as escolas de Marechal Thaumaturgo não participaram das competições.

Júnior Santiago: “É a maior delegação acreana dos jogos escolares”. Foto: Stalin Melo/Arquivo SEE

Por falar em interior, o chefe de departamento da SEE também destaca que será o maior número de escolas do interior que participarão dos jogos no Rio de Janeiro. Exemplificando, as três escolas de Porto Acre enviarão representantes e Cruzeiro do Sul levará em torno de 60% de todos os atletas.

“Fizemos parcerias com as federações amadoras e conseguimos gerar em torno de 150 empregos indiretos na fase estadual. Para se uma ideia da dimensão da importância que o esporte tem em nosso governo, desde 2019 foram mais de 1.500 passagens aéreas para os atletas participarem de competições fora do estado”, enfatizou.