emprego e renda

Estado participa de avaliação de projetos e de investimentos de mais de R$ 1 bilhão em reunião da Suframa em Manaus

O Ministério da Economia e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) realizaram nesta quinta-feira, 20, a 306ª Reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), na sede da autarquia, em Manaus (AM). Na ocasião, o governo do Acre esteve representado pelo secretário de Estado da Fazenda, Amarísio Freitas.

A agenda contou com deliberações sobre a pauta, que prevê investimentos totais de R$ 1,386 bilhão e a geração de 1.589 empregos, renda, potencialização de negócios e tecnologia, em até três anos, não apenas no Polo Industrial de Manaus (PIM), mas em todos os estados do Brasil, sobretudo nos da região Norte.

Em pauta, investimentos totais de R$ 1,386 bilhão e geração de empregos, renda, potencialização de negócios e tecnologia, em até três anos. Foto: Tayana Batista/Suframa

Mais de 40 projetos industriais e de serviços foram avaliados, sendo 16 de implantação e 24 de atualização e diversificação.

A reunião foi presidida pelo novo secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Alexandre Ywata, acompanhado do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, de conselheiros representantes de ministérios, órgãos municipais e estaduais e entidades de classe integrantes da estrutura do CAS, entre outros.

“A Suframa exerce esse papel importante de ser um braço forte em defesa de toda a Amazônia, de viabilizar que o Estado usufrua destes benefícios para atrair empresas e, assim, gerar emprego e renda à nossa população. Lembrando que as empresas locais também podem acessar tais benefícios e incentivos”, disse Amarísio Freitas.

Dispositivo de honra que conduziu os debates. Foto: Tayana Batista/Suframa

Exposição de produtos

Ainda durante o evento, cerca de dez fabricantes de bens intermediários e finais do PIM expuseram alguns de seus produtos no hall de entrada da instituição. A intenção foi apresentar aos conselheiros e autoridades convidadas o potencial, a diversificação, a qualidade e a inserção tecnológica de produtos fabricados no parque fabril de Manaus.

Um catálogo de produtos foi disponibilizado com veículo utilitário, motocicletas a combustão e elétricas, equipamentos de injeção plástica, cabos de força e cabos de dados para equipamentos eletrônicos, laptop, aparelho celular, tablet, eletrodomésticos da linha marrom, aparelhos de barbear, isqueiros e canetas, entre outros.

Motocicletas a combustão e elétricas fizeram parte da exposição. Foto: Isaac Júnior/Suframa

A exposição contou com a participação das empresas: BIC da Amazônia; BMW Motorrad; Effa Motors; I-Sheng Brasil; Positivo; Tutiplast; Voltz Motors da Amazônia; Whirlpool (dona da marca Brastemp) e Yamaha.

“É importante destacar que, na composição dos produtos expostos, há também partes, peças e componentes de outras dezenas de fábricas instaladas em Manaus, o que demonstra todo um ecossistema fabril adensado e o potencial de geração de negócios e empregos do setor industrial”, ressaltou o superintendente da Suframa, Algacir Polsin.

Com informações da Suframa