Conscientização

Escola estadual Dr. Santiago Dantas recebe último Circuito Ambiental de 2023

O governo do Acre, por meio do Comitê de Seca Prolongada, realizou nesta sexta-feira, 1º de dezembro, o último Circuito Ambiental de 2023 na Escola Estadual Rural Dr. Santiago Dantas, localizada na Estrada Transacreana, em Rio Branco.

Alunos da Escola Estadual Rural Dr. Santiago Dantas participaram do Circuito Ambiental. Foto: Odair Leal/Sesacre

Desde sua criação, o comitê – fruto de cooperação entre as secretarias de Comunicação (Secom), Educação (SEE),  de Governo (Segov), Meio Ambiente (Sema), Saúde (Sesacre), e Serviço de Água e Esgoto do Estado do Acre (Saneacre), e o Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac) – promoveu uma série de atividades nas escolas públicas estaduais com o objetivo de conscientizar os estudantes sobre a seca prolongada que a região norte está enfrentando.

Entre as atividades realizadas estão um tour pelo Rio Acre, por meio dos óculos de realidade virtual, com o qual os alunos puderam ver a situação em que o manancial se encontra diante dos eventos extremos que o Acre e demais estados da região amazônica enfrentam.

Alunos puderam ver a situação do Rio Acre por meio de óculos de realidade virtual. Foto: Odair Leal/Sesacre

Para facilitar a compreensão do tema, também foi feita uma roda de conversa com uso de um flanelógrafo (instrumento lúdico) sobre a biodiversidade e ciclo da água. Uma sala de vídeo também foi disponibilizada para falar sobre aquecimento global.

“É com muita alegria que estamos aqui encerrando o nosso circuito ambiental, que visou uma orientação de educação ambiental dentro das nossas escolas, junto com as comunidades aqui em Rio Branco, com essa questão da seca grave, da importância dessa relação com o meio ambiente, para termos uma melhor qualidade de vida”, pontuou o secretário de Educação, Cultura e Esporte do Acre, Aberson Carvalho.

“É fundamental levar aos alunos informação nesse processo de sensibilização e entendimento da situação atual”, disse Julie Messias. Foto: Alexandre Cruz-Noronha/Sema

A secretária do Meio Ambiente, Julie Messias, destacou que as atividades de educação ambiental nas escolas são muito importantes para sensibilizar alunos, pais e comunidade acadêmica.

“São atividades de conscientização que estão sendo realizadas em escolas estaduais no sentido de reforçar as ações  de combate à seca severa que estamos passando. É fundamental levar aos alunos informação nesse processo de sensibilização e entendimento da situação atual”, ressaltou Julie Messias.

Alunos da Escola Sebastião Dantas receberam o Circuito Ambiental nesta sexta-feira, 1º de dezembro. Foto: Odair Leal/Sesacre

A equipe da Sesacre também esteve no local levando conhecimento sobre problemas de saúde relacionados à seca, desidratação, doenças respiratórias e doenças de origem hídrica, saúde bucal, entre outros. Por meio de um microscópio, os alunos puderam conhecer o ciclo de vida do Aedes Aegypti, ou seja, as três fases de desenvolvimento: o ovo, larva e a pupa (estágio intermediário entre a larva e o adulto).

Pedro Pascoal, secretário de Saúde do Acre, destacou a importância da ação conjunta: “Ficamos muito felizes com o sucesso dessa ação que é fruto de parceria entre as secretarias, por direcionamento do Governador Gladson Cameli, para que tenhamos mais celeridade no cumprimento de demandas e metas. As crianças e jovens são o futuro, então nada mais justo que a Sesacre se unir a essa causa levando informações importantes sobre os eventos extremos que a região vem enfrentando e que também influenciam diretamente na saúde das pessoas”, ressaltou Pascoal.

Circuito Ambiental tem como objetivo conscientizar os estudantes sobre a seca prolongada que a região norte está enfrentando. Foto: Odair Leal/Sesacre

O secretário de Estado de Governo, Alysson Bestene, reforçou que esta ação nas escolas é essencial para que a campanha de conscientização alcance a população, de acordo com a determinação do plano de metas da gestão Gladson Cameli.

“A escola, como um espaço para a difusão do conhecimento, tem o poder de disseminar pensamentos e ações, tendo os alunos como portadores da mensagem para que a sociedade reflita sobre a necessidade urgente de uma mudança de comportamento”, comentou Alysson.

A diretora da escola Sebastião Dantas, Elidiane Tamburini, ponderou que a escola já realiza atividades continuadas de conscientização, mas que a ação de governo foi muito importante.

“É maravilhoso ver o entusiasmo dos alunos com as palestras e eventos de conscientização ambiental. Essas ações complementam o trabalho que já realizamos na escola e reforçam a importância da preservação da natureza e dos recursos hídricos”, disse Elidiane.

Silvanir Alves foi um dos alunos que participaram do Circuito Ambiental. Foto: Odair Leal/Sesacre

O estudante Silvanir Alves, de 18 anos, ficou feliz com as atividades. “São coisas que a gente não está acostumado a ver no dia a dia, como a apresentação com cenário e é muito bom porque traz novas experiências que vamos levar pra vida”, destacou.

Além da Escola Rural Dr. Santiago Dantas, as escolas estaduais Barão do Rio Branco (CEBRB) e Henrique Lima também foram alcançadas pelo Circuito Ambiental. No próximo ano, a proposta é expandir o projeto para novas  unidades educacionais transformando mais estudantes em multiplicadores do conhecimento.