Equipes do Deracre ajudam no combate à dengue em Rio Branco

Parceria entre o governo do Estado e a prefeitura da capital já recolheu mais de 250 toneladas de lixo da cidade

Trabalho de limpeza das ruas irá atender vinte bairros de Rio Branco

Trabalho de limpeza das ruas irá atender vinte bairros de Rio Branco (Foto: Assessoria Deracre)

Uma verdadeira operação de guerra. É exatamente isso que uma parceria entre o governo do Estado e a prefeitura de Rio Branco está enfrentando para combater o mosquito transmissor da dengue. O Deracre também é parte desse combate, com oito equipes trabalhando na limpeza das ruas dos bairros.

Ao todo, são 59 equipamentos, entre caçambas, pás-carregadeiras e tratores e mais de 200 trabalhadores envolvidos (somente a equipe de retirada dos entulhos são 160 trabalhadores) para evitar que o mosquito transmissor se prolifere e cause transtornos aos moradores de Rio Branco. Na primeira fase da ação do governo do Estado, os casos registrados foram reduzidos em 98%, mas o importante continuar o trabalho de limpeza das ruas.

Os bairros que estão sendo contemplados com trabalhos do Deracre são o Calafate, Nova Estação, Taquari, Tancredo Neves, Cidade Nova, Placas e Conquista. Além da limpeza das ruas, algumas árvores também estão sendo podadas e o lixo que não pode ser levado pela coleta regular está sendo retirado das casas.

Os moradores dos bairros estão colaborando com a limpeza e ajudando a reduzir a incidência da dengue. Morador da rua Poços de Caldas, na Cidade Nova, o comerciante Evangelista Alves da Silva, 41, diz que o governo está fazendo a sua parte, mas a população também tem que fazer a sua. “Eu, por exemplo, mantenho meu quintal limpo e não deixo a caixa d’água aberta”, informa.

Evangelista tem razão. O trabalho do governo do Estado e da prefeitura de Rio Branco é importante enquanto intervenção do poder público, mas todos tem o dever de ajudar a reduzir esse inimigo quase invisível que é o mosquito transmissor da dengue.

Quem também garante está fazendo a sua parte é o pedreiro Célio da Costa, 40, morador da Rua São Paulo, no bairro Taquari. A rua foi pavimentada recentemente pelo programa Ruas do Povo e ele lembra o sofrimento dos moradores. “Ali tinha ponte onde não passava carro. Moro aqui há nove anos e essa rua, desde a pavimentação, melhorou muito”, garante.

Sobre a limpeza e a coleta do lixo, se mostra muito satisfeito com o trabalho realizado. “Até a coleta regular está sendo feita e esse trabalho de limpeza vai ajudar muito a reduzir os casos de dengue”, afirma.

O diretor do Deracre, Marcus Alexandre, faz questão de dizer que se trata de uma ação conjunta e que somente o Deracre vai atender 20 bairros de Rio Branco e até o fim do mês de novembro outros bairros também serão atendidos através pelo Deracre, que está ajudando na guerra contra o mosquito da dengue em Rio Branco. “Vamos atuar naqueles bairros cuja prioridade foi definida pela própria Secretaria de Estado de Saúde”, afirma Marcus.

Segunda etapa

A partir da segunda quinzena de novembro, os bairros onde o Deracre também fará a limpeza para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue serão os seguintes:

{xtypo_rounded2}

·         Jorge Lavocat

·         Ayrton Senna

·         Montanhês

·         Recanto dos Buritis (antigo Mauri Sérgio)

·         São Francisco

·         Vitória {/xtypo_rounded2}