Equipamentos da Fábrica de Ração de Peixes passam por verificação

Inspeção de equipamentos garante a segurança do funcionamento da fábrica (Foto: Diego Gurgel/Secom)
Inspeção de equipamentos garante a segurança do funcionamento da fábrica (Foto: Diego Gurgel/Secom)

A Fábrica de Ração para Peixes está realizando últimos ajustes. Os técnicos, engenheiros e consultores realizam testes para dar o aval de funcionamento dos equipamentos. A administração está realizando também checagem de qualidade dos insumos a serem utilizados nas rações.

A indústria tem a capacidade de produção nominal de 10 toneladas por hora, já que sua estrutura conta com máquinas dinamarquesas e sistema automatizado de alta qualidade. O condicionamento dos maquinário está sendo avaliado nos dois complexos e há ainda o trabalho dos consultores na repasse do aprendizado do funcionamento de cada sistema.

A caldeira, que é fundamental para a produção de vapor utilizado no processo, demorou mais de 90 dias para chegar ao Acre, porque veio durante o período em que a BR-364 estava impedida de trânsito terrestre. O mecânico industrial Eliésio Silva, conta que a caldeira está instalada cerca de 45 dias e todas as adaptações já foram realizadas.

O consultor Milton Brás explica que as máquinas: extrusora, secador e recobridor a vácuo, estão passando por ajuste eletrônico.  A expectativa é que a fábrica possa ser inaugurada no início do mês de julho.