Enfermeiro: profissional envolvido com o bem-estar de quem precisa de cuidado

O dia a dia de Patrício é um bom exemplo da rotina dos profissionais que atuam na emergência (Foto: Cedida)
O dia a dia de Patrício é um bom exemplo da rotina dos profissionais que atuam na emergência (Foto: Cedida)

O dia 12 de maio é dedicado aos enfermeiros. A data é uma homenagem a Florence Nightingale, um marco da enfermagem moderna no mundo, que nasceu em 12 de maio de 1820. No Brasil, além do Dia do Enfermeiro, entre os dias 12 e 20 de maio, comemora-se a Semana da Enfermagem.

George Patrício Moreira, 44, é enfermeiro há 19 anos, formado pela Universidade Federal do Acre (Ufac). Já atuou em algumas áreas da enfermagem, sendo uma delas a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permaneceu por 10 anos.

Há cinco anos, Patrício trabalha na terra e no ar, desempenhando suas atividades no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na ambulância 01, prestando socorro às vitimas que necessitam de um atendimento mais avançando. Ele também oferece cuidados especiais a pacientes graves que residem em áreas de difícil acesso e precisam ser deslocados de helicóptero.

A paixão pela enfermagem

Especialista em cardiologia e hemodinâmica, pelo Hospital Albert Einstein, o enfermeiro não esconde sua paixão pelo que faz. Aos 16 anos, George se encantou pela profissão, quando acompanhou a irmã em um atendimento médico.

O enfermeiro conta com orgulho alguns resgates bem sucedidos, nos quais, juntamente com a equipe multiprofissional, teve a oportunidade de ajudar a salvar muitas vidas, porém, algumas vezes, o esforço da equipe foi frustrado.

“Nesses anos de profissão passei por alguns momentos tristes, mas duas situações ficaram marcadas na minha história. Uma foi o resgate de uma criança, vítima de afogamento, que nossa equipe não conseguiu salvá-la. Nesse dia chorei muito, senti-me impotente. A outra foi o acidente envolvendo um ônibus na estrada do Quixadá, com muitas vítimas e poucas chances de sobrevivência”, contou, emocionado, Moreira.

No Dia do Enfermeiro, Patrício dá um conselho para os futuros profissionais da enfermagem. “Independentemente de onde trabalhar, a qualificação é um dos pilares necessários para alcançar o reconhecimento profissional. Ser enfermeiro é, além de tudo, ser ético, humano e dinâmico. Honre a profissão, prestando sempre um atendimento acolhedor aos que buscam o serviço público de saúde”, finalizou Moreira.