grande alcance

Emater divulga balanço de crédito rural concedido a produtores

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Acre (Emater) divulgou o balanço de suas ações durante o ano de 2021, onde foram atendidos com orientações sobre crédito mais de dois mil produtores, com emissão de cerca de 2,5 mil Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP). O documento possibilita aos produtores o acesso às políticas de crédito rural disponíveis nas instituições financeiras, bem como outras políticas públicas, nas esferas municipais, estaduais e federal, destinadas ao produtor da agricultura familiar.

Reunião em comunidade de pequenos produtores sobre crédito rural. Foto: Cedida

A Emater também elaborou 139 propostas de crédito rural na linha do Programa Nacional de Apoio a Agricultura Familiar (Pronaf). Destes, 102 projetos já foram contratados, resultando na aplicação de mais de R$ 4,5 milhões, entre investimento e custeio nas diversas cadeias produtivas de relevância no estado.

Por meio do termo de cooperação técnica com o Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra), houve também a atuação dos técnicos extensionistas da Emater, que possibilitou o acesso aos créditos de fomentos para os beneficiários do Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA), em que 158 famílias em quatro municípios do estado tiveram acesso às políticas de fomento do Incra. Os benefícios somaram um montante de R$ 1.318.556,00 que foram disponibilizados aos assentados da reforma agrária, através de projetos de investimentos elaborados pela equipe da Emater em várias cadeias produtivas.

De acordo com o engenheiro agrônomo Wally Oliveira, que é diretor técnico da Emater Acre, esses recursos dinamizam o comércio local nos municípios, gerando empregos e renda, o que possibilita potencializar o agronegócio local, gerando riqueza a partir da produção agropecuária, um dos pilares da gestão do governo Gladson Cameli.

“Destacamos que os recursos oriundos do crédito rural ou do crédito de fomento do INCRA, são de extrema importância para o desenvolvimento das principais cadeias produtivas do estado. Com acesso ao crédito, os agricultores familiares têm uma melhora no seu padrão socioeconômico, além de alavancar a produção de alimentos, seja para o autoconsumo ou para o mercado, além de aumentar a oferta de matéria-prima para a indústria, destacou.

A Emater atua na execução de políticas que garantem o desenvolvimento econômico, social e ambiental do meio rural em todo o Acre. É responsável pelo serviço oficial de assistência técnica e extensão rural, atuando na transferência de tecnologias geradas pela pesquisa e na aplicação de crédito rural nas linhas do Programa Nacional como o Pronaf, disponibilizados pelo governo federal por meio dos agentes financeiros aos produtores da agricultura familiar.

O serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) realiza um processo educativo, contínuo e gradual, que visa: o desenvolvimento sustentável do agronegócio familiar, o aumento na oferta de alimentos, a elevação dos índices de produção e produtividade, a segurança alimentar, a geração de emprego e renda, a agregação de valor aos produtos agropecuários, a redução da pobreza e a inclusão econômica, sociopolítica e tecnológica das famílias assistidas.