21 de setembro

Educação promove Parada Inclusiva na Praça da Revolução

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes do Acre (SEE), realizou na manhã desta terça-feira, 21, a ação Parada Inclusiva, na Praça da Revolução, em Rio Branco, em alusão ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, com objetivo de conscientizar a sociedade.

A ação foi organizada pelo Centro de Ensino Especial Dom Bosco, em parceria com o Centro de Apoio ao Surdo do Acre (CAS/AC) e do Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual do Acre (CAP-DV).

Profissionais da Educação Especial no sinal da Rua Getúlio Vargas com a Avenida Brasil, dando visibilidade ao tema. Foto: Mardilson Gomes/SEE

No dia 21 de setembro é comemorado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, que representa uma oportunidade para refletir sobre as estratégias criadas para fortalecimento da inclusão social.

“É muito importante que essas datas não passem despercebidas junto à sociedade e também que nós, que trabalhamos com a Educação Especial, estejamos sempre em movimento, para que os próprios deficientes possam entender que eles são amados. Estamos sempre em busca dos direitos deles de ir e vir, contra o preconceito. Eles sempre podem contar com a gente”, destacou a coordenadora do Centro de Ensino Especial Dom Bosco, Ângela Tessinari.

Ação Parada Inclusiva na Praça da Revolução, em Rio Branco, em alusão ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Os profissionais usaram camisetas dos centros de inclusão, balões e cartazes destacando a importância do dia na praça e no sinal da Rua Getúlio Vargas com a Avenida Brasil, dando visibilidade ao tema.

“As pessoas com cegueira, baixa visão monocular e todas as deficiências precisam de todas as condições necessárias para ir à escola, para ter a inclusão realmente acontecendo de uma forma eficiente, por isso é tão importante este dia”, pontuou a coordenadora do CAP-DV, Cristina Santos.

À tarde, a SEE em parceria com a Universidade Federal do Acre (Ufac), por meio do Centro de Educação, Letras e Artes, ofereceu uma roda de conversa virtual com o tema: “Desafios da inclusão da pessoa com deficiência e/ou transtorno no contexto escolar: Como os gestores podem contribuir?”

Os interessados em acompanhar a roda de conversas podem acessar o link: https://www.youtube.com/channel/UCk7VRNwFIUgdUfc4XJTe9TA/featured

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência representa uma oportunidade para refletir sobre as estratégias criadas para fortalecimento da inclusão social. Foto: Mardilson Gomes/SEE

“Estamos aqui hoje para que a sociedade nos veja, veja as pessoas com deficiência e saiba que elas estão aí para colaborar também. Nós, do CAS, apoiamos junto com os surdos a Educação, no mercado de trabalho na sociedade, onde eles estiverem nós estaremos junto com eles, por isso nós estamos aqui nos manifestando”, relatou a coordenadora do CAS, Joana D’Arc Nascimento.

A data lembra a importância de lutar por questões como igualdade de oportunidades, respeito às diferenças e inclusão social, além de dar voz às pessoas com deficiência.