especial gestão

Educação profissional e tecnológica tem avanço expressivo nos últimos quatro anos

A gestão do governador Gladson Cameli conquistou grandes avanços na área da educação profissional e tecnológica (EPT), por meio do Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) Dom Moacyr. Entre elas, a oferta de um grande número de vagas em cursos, certificações e diplomações, obras de reforma e ampliação de centros, melhorando a qualificação profissional de milhares de jovens em todo o estado.

Um dos muitos investimentos do governo do Estado nos últimos quatro anos na área da educação profissional e tecnológica, foi a entrega de sete ônibus escolares ao Ieptec. Foto: Marcos Vicentti/Secom

De 2019 até novembro deste ano, mais de 4.500 alunos receberam certificados e diplomas de formação em cursos técnicos e profissionais oferecidos pelo Ieptec, com apoio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em sua nova denominação Novos Caminhos; do Itinerário de Formação Técnica e Profissional (IFTP); e do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA), todos do governo federal.

“Em 2019 recebemos do governador Gladson Cameli a missão  de reestruturar o antigo Instituto Dom Moacyr, hoje Ieptec. O objetivo era claro: sanar problemas e demandas em atraso. Graças ao esforço de um grupo de profissionais extremamente competentes, conseguimos atingir as metas, inclusive no que se refere à entrega de todos os certificados pendentes de cursos anteriores à atual gestão”, destaca o presidente do Ieptec, Carlos Sérgio Peres, que cita ainda a importância, neste processo, do apoio da Casa Civil e da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

Formanda de curso na área de serviços recebe certificado das mãos do presidente do Ieptec, Carlos Peres. Foto: Pedro Devani/Secom

Com a pandemia, a partir de 2020, o Ieptec precisou se reinventar. Nesse período, o governo do Acre investiu fortemente na educação a distância (EaD) dentro do Ieptec. Ali foi montado um estúdio de TV bem equipado, que continua em pleno funcionamento, para que as aulas fossem dadas sem prejuízos aos alunos.

Professor grava videoaula no estúdio da Divisão de EaD do Ieptec. Foto: Assessoria Ieptec

Ieptec e o Pronatec

Por meio de pactuação com o Ministério da Educação (MEC), desde 2012 o Ieptec tem em seu catálogo cursos do Pronatec. O programa é um conjunto de ações que visa ampliar o número de vagas ofertadas na educação profissional brasileira.

De 2019 a 2022, o Pronatec disponibilizou para o Estado do Acre mais de 6.700 vagas em cursos de qualificação profissional. “Vamos continuar ofertando cursos de qualidade para a população acreana, de forma que as pessoas sejam capacitadas e fiquem aptas para o mercado de trabalho”, afirma a coordenadora do Pronatec, Girlane Avilar.

Coordenadora do Pronatec, Girlane Avilar, discursan em cerimônia de colação de grau de cursos do Pronatec. Foto: Pedro Devani/Secom

Vagas em cursos

Na gestão do governo Gladson Cameli, o Ieptec realizou 6.760 inscrições em 264 diferentes cursos executados pelos Cepts da rede, todos do Pronatec.

De novembro de 2020 a fevereiro de 2022, foram disponibilizadas, para todo o Acre, 360 vagas para o curso de pós-graduação DocentEPT (educação profissional e tecnológica) da Setec/MEC. em Brasileia, Cruzeiro do Sul e Rio Branco são os polos regionais de funcionamento do curso.

Só em 2022, foram ofertadas vagas em diversos cursos nas áreas de serviços, saúde, gastronomia, hospitalidade, arte e cultura, totalizando cerca de 500 oportunidades de capacitação.

Outro importante processo de seleção de pessoas interessadas em fazer cursos do Ieptec foi o do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre (PDSA). As vagas foram abertas em julho de 2021, a serem preenchidas em cursos nas áreas de Floresta em Manejo Sustentável, Produção Florestal e Promoção de Negócios. Foram disponibilizadas 664 vagas com alcance das regionais do Alto Acre, Juruá, Baixo Acre, Tarauacá-Envira e Purus.

Além desses números significativos de vagas em cursos executados pelo Ieptec durante a gestão do governador Gladson Cameli, mais 1.200 oportunidades foram abertas para alunos do ensino médio da rede pública estadual, dentro do V Itinerário.

Ieptec e o V Itinerário

Outro grande desafio para a gestão Gladson Cameli, mais especificamente nos dois últimos anos, no que se refere ao ensino técnico e profissional, foi a implementação da lei nº 13.415, de 2017, conhecida como Lei do Novo Ensino Médio, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). O currículo do ensino médio passou a ser composto pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e por itinerários formativos.

Entre esses itinerários está o de Formação Técnica e Profissional, conhecido como V Itinerário, que apresenta cursos técnicos e também de curta duração voltados para estudantes do ensino médio escolherem as áreas que pretendem cursar.

“É nessa modalidade que o Ieptec tem atuado dentro da rede pública estadual de ensino, fortalecendo o elo entre a educação profissional e educação básica por meio do desenvolvimento das competências e habilidades que conduzirão o jovem ao mundo do trabalho, gerando transformação e inclusão social”, analisa Carlos Peres.

Alunos de escola da rede pública estadual de ensino que estão inseridos na rota profissional do V Itinerário, em atividade prática em um dos centros da rede Ieptec. Foto: Assessoria Ieptec

O secretário de Educação Aberson Carvalho lembra que “a parceria com o Ieptec é fundamental para a Secretaria de Educação, pelo fortalecimento das estruturas dos cursos técnicos, cumprindo com a obrigação do Novo Ensino Médio, juntamente com as escolas integrais”. Segundo Carvalho, o Ieptec consegue alcançar locais que as estruturas do Sistema S muitas vezes não alcançam: “O Ieptec é muito importante dentro desse processo, como nosso principal parceiro na formação técnica”.

Secretário de Educação, Aberson Carvalho, profere discurso para formandos durante evento de diplomação de curso pelo Ieptec. Foto: Assessoria Ieptec

Pós-graduação do MEC para docentes

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação disponibilizou centenas de vagas para o Estado do Acre no curso de Pós-graduação Lato Sensu em Docência para a Educação Profissional e Tecnológica (DocentEPT). O público-alvo da especialização são pessoas com curso superior completo em qualquer área do conhecimento e que tenham interesse em se capacitar em EPT.

A formação, que é oferecida de forma inteiramente gratuita, faz parte do Programa Novos Caminhos do MEC, sendo ofertada pelo Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes/ES), em parceria com o Ieptec Dom Moacyr.

Em sua segunda edição, a pós-graduação já formou 115 profissionais no Acre desde 2021, e está finalizando, em fevereiro do próximo ano, as turmas de 2022. O objetivo é que, após a conclusão do curso, que dura 12 meses, esses profissionais atuem, principalmente nas redes estaduais de ensino com os cursos técnicos de nível médio do V Itinerário, além de estimular a produção e difusão de conhecimentos na área da EPT como campo de estudos, e promover a EaD como estratégia educativa.

Segundo a coordenadora estadual da especialização, Adriana Alves, a Setec/MEC privilegiou a população do Acre com essa segunda oferta do curso no estado. “Mesmo o Acre sendo pequeno, quando comparado a grandes centros como Rio de Janeiro e São Paulo, que foram contemplados com 100 vagas cada um, a equipe da Setec/MEC, percebendo a realidade do nosso estado em formar profissionais em EPT e conferindo de perto o trabalho que desempenhamos com a primeira oferta do curso, destinou mais 200 vagas para o nosso estado, além das 160 das turmas que já concluíram. Ou seja, para o Acre foram disponibilizadas 360 vagas”, comemora.

Coordenadora da pós-graduação (E) entrega do diploma a aluna do polo de Brasileia, pela conclusão no curso. Foto: Assessoria Ieptec

Parcerias

Nos últimos quatro anos, o Ieptec fechou parcerias com diversas empresas privadas, e também alcançou as esferas federal (ex: Sudam, Setec, Ifes), estadual (ex: secretarias) e municipal (ex: prefeituras), com o intuito de levar qualificação técnica e profissional para os 22 municípios do Estado. Além disso, boa parte dos termos de cooperação assinados entre as partes envolvidas tem como objetivo abrir campo de estágio para os educandos da rede Ieptec.

Entre as instituições parceiras, figuram a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp); a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur); prefeituras do interior, como de Porto Walter, Tarauacá, Xapuri, Epitaciolândia, Acrelândia e Plácido de Castro; instituições corporativas do Sistema S; a Fundação Elias Mansour; consultórios odontológicos e clínicas especializadas em manutenção de equipamentos biomédicos.

Presidente do Ieptec, Carlos Peres, e o comandante-geral da Polícia Militar do Acre (PMAC), Luciano Dias, assinam termo de cooperação técnica. Foto: Assessoria Ieptec

União de forças: Ieptec e Iapen

Como exemplo de bons frutos que vêm sendo colhidos com a assinatura de convênio entre instituições governamentais, está a capacitação de reeducandos do sistema prisional, resultado uma parceria do Ieptec com o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen/AC).

Desde que a parceria foi consolidada em 2021, o governo do Acre vem ofertando cursos na área de serviços, como barbeiro, costureira, manicure e pedicure, mecânico de refrigeração e climatização residencial, e marceneiro. Foram disponibilizadas 194 vagas para o público em situação de privação de liberdade, das alas masculina e feminina do Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde (FOC), dos regimes aberto, fechado ou semiaberto.

Encerramento de curso de costureira com a presença de detentas do Complexo Penitenciário de Rio Branco. Foto: Secom

Acontecimentos importantes

Em julho de 2019, o governo do Estado assinou convênio com a Sudam, que garantiu o aporte de R$ 900 mil reais para potencializar o início dos cursos técnicos do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (Cept) de Gastronomia e Hospitalidade Miriam Assis Felício, da Rede Ieptec.

Ainda falando sobre a escola que oferece cursos nas áreas da gastronomia regional e da hospitalidade, especialmente voltados para a população do conjunto habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco, o centro foi reinaugurado na gestão Gladson Cameli, no mês de dezembro de 2020. Entre as autoridades presentes, a secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto; o governador Gladson Cameli; o deputado federal Alan Rick; autoridades do Poder Judiciário estadual, secretários e representantes de segmentos da sociedade, como os povos indígenas, pessoas trans e trabalhadoras domésticas.

O evento de reinauguração da Escola de Gastronomia e Hospitalidade também foi marcado pela entrega de cestas básicas para mulheres vítimas de violência. Foto: Diego Gurgel/Secom

Em outubro de 2021, o governo entregou sete ônibus escolares para atender os centros da Rede Ieptec. O investimento de R$ 1,9 milhão, para aquisição da frota composta por 13 ônibus, foi realizado por meio de emenda parlamentar do deputado Alan Rick.

Os veículos atendem os centros da rede Ieptec realizando o transporte dos educandos, principalmente da zona rural. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Em novembro de 2021, deu-se a primeira visita técnica da equipe da Setec/MEC. O objetivo da vinda da comitiva ao Acre foi acompanhar os trabalhos realizados com as primeiras turmas do curso de pós-graduação DocentEPT, que estavam em fase de conclusão.

Compuseram a comitiva coordenadores da Setec/MEC e dos institutos federais do ES e SC. Foto: José Caminha/Secom

Em janeiro de 2022, o Acre recebeu a visita do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que veio acompanhar o andamento da obra de reforma e ampliação do Cept em Saúde Maria Moreira, concluída em fevereiro.

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em visita técnica à Escola Maria Moreira, um mês antes da inauguração das novas instalações da instituição. Foto: Assessoria Ieptec

A solenidade de entrega das novas instalações da Escola Técnica em Saúde Maria Moreira, unidade descentralizada da rede Ieptec, foi realizada em fevereiro, e estiveram presentes o então ministro da Educação, Milton Ribeiro, o governador Gladson Cameli e o deputado Alan Rick, que se dedicou, em Brasília, para garantir a retomada das obras que estavam paralisadas e que foram retomadas com a liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Com a obra concluída e entregue pelo governo do Estado, a escola agora possui mais quatro salas de aulas, seis laboratórios e um auditório com capacidade para 150 pessoas, em pleno funcionamento.

Solenidade de entrega das novas instalações da escola. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Outra inauguração do governo do Estado no ano de 2022 foi a do prédio onde funciona o núcleo da Rede Ieptec em Tarauacá. O município passou a contar com os serviços oferecidos pelo instituto em sede própria, dividida em sete ambientes, devidamente equipada e climatizada para melhor atender aos educandos da região de Tarauacá e Envira.

Momento em que o governador Gladson Cameli inaugura o núcleo da rede Ieptec, com o descerramento da placa. Foto: Secom

“O governo Gladson Cameli também investiu em estruturas físicas, empregando uma quantidade suficiente de recursos, que permitiram construir, reformar e equipar nossos prédios, e grande parte desses investimentos vieram de recursos por parte do governo do Estado. O governador abriu os horizontes para que o Ieptec conseguisse funcionar de forma plena, nos ajudando com uma mão de obra gigantesca para podermos dar conta de suprir as necessidades das nossas unidades”, diz o presidente do Ieptec, Carlos Peres.

Formaturas

De 2019 a 2022, o Ieptec realizou mais de 50 formaturas. Entre elas, uma chama a atenção, já que aconteceu no auge da pandemia, em dezembro de 2020. Foi uma grande cerimônia de entrega de certificados em cursos de qualificação profissional, também conhecidos como cursos de formação inicial e continuada (FIC). Por conta do período pandêmico, o evento foi transmitido online para que os formandos assistissem de suas residências. Participaram de forma presencial 11 deles, representando os 502 formandos a serem certificados. Na ocasião, também marcaram presença o governador Gladson Cameli e o deputado Alan Rick.

Formanda recebe seu certificado em curso do Ieptec, pelas mãos do governador Gladson Cameli. Foto: Assessoria Ieptec

Convocações e contratações

A gestão do governador Gladson Cameli investiu de forma expressiva em mão de obra para atuação exclusiva na área da EPT. Nesses quatro anos, foram lançados 101 processos seletivos no Diário Oficial do Estado, resultando em 684 contratações.

Vale ressaltar que, somente em 2022, foram 40 editais abertos e 114 o número de pessoas admitidas nos quadros da instituição. Esses profissionais preencheram os cargos de professor-tutor, professor-autor, mediador, supervisor e pessoal de apoio técnico e pedagógico, e foram lotados nos centros da Rede Ieptec espalhados pelo estado, com um alcance de atuação nos 22 municípios.

Os números comprovam que foi enviado, nos últimos anos, um verdadeiro reforço da gestão para suprir as demandas tanto da unidade central do Ieptec, quanto de todas as unidades descentralizadas.

Atividades para os próximos anos

Em 2023, os cursos do Pronatec continuarão sendo executados pelo Ieptec. Para tanto, a instituição tem o desafio de aprimorar o que já vem sendo realizado, especialmente com os estudantes do ensino médio do V Itinerário, tendo em vista que 2022 foi o ano de implementação desse novo modelo de ensino nas escolas.

Atualmente, o Itinerário de Formação Técnica e Profissional é o carro-chefe do Ieptec e está sendo planejada sua expansão para atingir os 22 municípios, o que vem sendo realizado de forma progressiva, uma vez que alcançar todas as escolas de ensino médio da rede pública do estado é algo inédito para o instituto, e um desafio a ser vencido, mas que já tem rendido bons resultados.

Sobre o Ieptec

O Ieptec é uma autarquia estadual que atua de forma transversal para atender às demandas da formação profissional em todo o estado, a partir da definição de ações de formação profissional vinculadas a programas de desenvolvimento econômico e de inclusão.

Para tanto, disponibiliza, de forma inteiramente gratuita, cursos técnicos e de qualificação profissional em diversas modalidades, com a finalidade de responder pela formulação, implementação, monitoramento e avaliação da Política Estadual de Educação Profissional e Tecnológica.

Unidade central do Ieptec localizada em Rio Branco. Foto: Assessoria Ieptec

Sobre os centros do Ieptec

Os cursos da Rede Ieptec são executados pelos centros de educação profissional e tecnológica (Cepts) e contemplam as áreas de saúde, serviços, agroflorestal, gastronomia, hospitalidade e âmbito cultural.

A Usina de Arte João Donato, na capital, faz parte da Rede Ieptec, oferecendo cursos nas áreas da cultura e arte. Foto: Assessoria Ieptec

Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, Cept em Serviços Campos Pereira, Cept Roberval Cardoso, Cept Design, Escola de Gastronomia e Hospitalidade Miriam Assis Felício, Usina de Arte João Donato, Cept João de Deus, Centro de Formação e Tecnologia da Floresta (Ceflora) e Núcleo de Educação Profissional e Tecnológica (Nept) Tarauacá são as unidades da Rede Ieptec sediadas em Rio Branco, Plácido de Castro, Cruzeiro do Sul e Tarauacá, que atendem também regiões circunvizinhas.

A Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, unidade descentralizada da Rede Ieptec, está sediada na capital. Foto: Assessoria Ieptec

Com os centros, o instituto promove ensino, pesquisa e extensão para garantir a inclusão social por meio da formação, aperfeiçoamento e atualização profissional. Para tanto, as ofertas de capacitação profissional promovidas pelo Ieptec são geradas a partir de pesquisas de demandas e ofertas do mundo do trabalho, bem como dos planos de cursos construídos com a participação de gestores, mediadores, técnicos e da própria comunidade.

A Escola de Gastronomia e Hospitalidade Miriam Assis Felício, em Rio Branco atende a Cidade do Povo e entorno. Foto: Assessoria Ieptec

Saldo positivo

Os fatos comprovam a importância das ações desenvolvidas pelo governo do Estado na gestão Gladson Cameli, por meio do Ieptec Dom Moacyr, na educação profissional e tecnológica (EPT), para o desenvolvimento socioeconômico do Acre. O governo não tem medido esforços para a promoção dessa modalidade de ensino, estimulando a EPT em todo o território acreano, visando à elevação da base de competência de jovens e adultos, e a ampliação das oportunidades educacionais, sobretudo para a população de baixa escolaridade.

O incentivo dispensado pelo atual governo se reflete no crescimento do potencial produtivo do povo acreano por meio da educação profissional, que tem se mostrado uma verdadeira alavanca para o ingresso de um número cada vez mais expressivo de pessoas no mundo do trabalho.

Após os quatro anos de gestão do governador Gladson Cameli, o Ieptec Dom Moacyr está com, praticamente, todas as pendências estudantis sanadas, conseguindo recuperar cursos que estavam inoperantes por meio da realização de buscas ativas de alunos, ação realizada pelas equipes locadas nas unidades descentralizadas.

Formatura realizada em junho de 2022 quando o Ieptec diplomou 325 pessoas em diversos cursos técnicos. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Estamos conseguindo entregar um Ieptec muito melhor. Está longe de ser uma instituição sem falhas, mas conseguimos tirar o instituto do anonimato, e estamos entregando, para 2023, uma instituição em outro patamar, graças aos constantes investimentos com recursos próprios do Estado, o que nunca tivemos antes desta gestão”, avalia Carlos Peres.